Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

30
Mai08

Sonho

maripossa



José Fernandes Fafe é diplomata e escritor. Casado, 2 filhos. Nasceu no Porto em 1927 e formou-se em Histórico-Filosóficas na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Com diversas obras publicadas nas áreas da poesia, ensaio e romance, Fernandes Fafe é autor da primeira biografia de Ernesto Ché Guevara ("De Cuba al Terzo Mondo") editada pela Mondadori em finais da década de 60. Embaixador de Portugal, representou o seu País em Cuba, México, Cabo Verde e Argentina. Noutro âmbito, é considerado como o "mentor" da chamada "Esquerda Liberal" portuguesa, sendo o seu livro "A Esquerda, a nova e a eterna" considerado como uma referência incontornável para muitos.

SONHO

Sua presença de mulher foi-se ausentando...
A um gesto seu, diáfano, alou-se o sofrimento...
Tudo era sua voz, mas sem significar
mais que o murmúrio dum encantamento...
Prendia-nos um fio de segredo, murmurado
pelos seus olhos baixados, antes dum sorriso,
com que a meus olhos as coisas se velaram
para lá do seu rosto assim preciso...
Pudor na sua alma ou nos meus dedos?
Como é indizível essa experiência de morrer!
O que me resta é regressar à Vida,
amá-la, delicadamente, como os mortos
— se os mortos pudessem reviver.
30
Mai08

Amizade

maripossa

Perguntei a um sábio ,
a diferença que havia
entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas ,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado
e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida
companheira.
Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração.


William Shakespeare

 

28
Mai08

INFORMAÇÃO

maripossa

Quando um dia comecei este blog, longe de mim pensar que andam almas penadas e perdidas no espaço e de tão fraco carácter que nos assombram o dia a dia.

Até a data nunca tive”gajo” mais chato e inoportuno que entra pela casa dentro, sem pedir ordem e mandar comentários para o ar assim sem mais nem menos.

Pois o senhor que se segue é um tal FENYXT sim FENYXT uma porcaria de faladura que nem ao diabo o lembra, pois tenho a dizer a este senhor que tenho duas formas para acabar com as suas conversas foleiras uma é deitando abaixo os comentários, a outra é tentar por o servidor, saber a sua identificação real e honesta e não fictícia. Bem a terceira será dizer que sou casada e bem casada e já agora informo que sou avó e não estou ao dispor de insolentes e malcriados, se quer conversa vá com urgência para as salas de chat? Aí tem gente da sua laia, e meninas que lhe dão atenção? O marido não ofereço pode crer, me faz muita falta, mas na terra onde moro tem um lavrador que tem um “BOI” poço dar a direcção pois aqui é conhecido como o “Boi do Sabugal” caso esteja interessado aconselho não estou interessada em conversas de malucos.

 

Agora vou entrar em contacto com o servidor para lhe tirar o pio, não seja covarde e dê a cara a conversa e não seja falso

 

Maria Elisa

28
Mai08

Desafios

maripossa



A Amiga Carminda do blog Fórum-Cidadania, me desafiou a publicar os pequenos ódios!

De certa forma como não sou mulher de guardar rancor a ninguém vou tentar ser a mais correcta possível (ódios pequenos)

Detesto – fazer de mim “tola ou parva”

Andar arrumar— E homem a sujar

Não gosto— De puxa sacos

Não gosto De Gente— Racista

Detesto— Pessoas que só olham para si

Detesto— Gente mentirosa e aldrabona

Tenho raiva— Políticos sujos e sem princípios!

Pronto amiga, estas são algumas poderia citar mais, mas não vale a pena, fica para a próxima, acho que fiz sete mas como é o meu numero de sorte fica por aqui

Sei que não será fácil para alguns fazer isto...mas vá lá! só esta vez,e não digam que não tenhem um pequenino (ódio) a alguém?desabafem um pouco,ningém leva a mal

Isto vai para
Manuela
Sophia
Maria
Amigona
Chicahilheu
Salomé

E por hoje chega
27
Mai08

Dia do Vizinho

maripossa

Hoje assinala-se um pouco por toda a Europa o dia do vizinho. Pois Portugal não pode fugir a esta data, mas hoje em dia para falar em vizinhos, é algo muito difícil de o distinguir, pois já não conhecemos os mesmos como era a algum tempo atrás onde toda a gente se dava bem, onde as portas estavam abertas e não tínhamos dúvidas de ninguém que nos rodeava.

Pois estes tempos são idos! E já vão alguns, pois vinha o vizinho tomar café a nossa casa, até pedia emprestado algo que lhe falta-se na dispensa, bem hoje em dia não é assim.

Entramos pela porta e temos andares, para subir os vizinhos se cruzam nas escadas, se uns dizem os bons dias outros nem se falam, raramente os conhecemos, pois entram uns inquilinos e sai sem a gente saber seu nome. Pois os tempos dos nossos pais, da amizade verdadeira, já são poucos e se calhar até nas aldeias mudou o sistema, pois vive tudo desconfiado. É assim no dia a dia, sempre muita desconfiança, tenho um caso verdadeiro, no andar debaixo da minha casa, vive um rapaz de raça negra, que deixou o resto dos inquilinos em "pulgas”mas não tenho nada a dizer é bom rapaz, simpático e educado o que é raro ver noutras origens, esta é a verdade, já subiu junto comigo e perguntou se precisava de ajuda, por isso até prova do contrário, respeito e boa vizinhança é preciso

Lisa

 

27
Mai08

Rosas

maripossa



As rosas assumem significados diversos de acordo com as cores que suas pétalas apresentam.

Rosa Vermelha
A rosa vermelha, a mais desejada e admirada entre todas as outras, simboliza o amor;

Rosa Cor-de-rosa
As rosas cor-de-rosa em tom mais escuro querem dizer gratidão e estima, enquanto as de tom mais claro significam admiração e simpatia;

Rosa Cor-de-laranja
As rosas cor-de-laranja ou coral significam entusiasmo e desejo e as rosas-de-chá híbridas querem dizer "sempre lembrarei de ti";

Rosa Branca
As brancas, por sua vez, assumem vários sentidos, como os de inocência e pureza, reverência e humildade ou de segredo e silêncio;

Rosa Amarela Em geral, as rosas amarelas significam satisfação e alegria.

Rabiscado por Agulheta
26
Mai08

Memórias ou Saudade

maripossa

Tudo na nossa vida prende em alguma coisa. A terra a mãe ao pai mas aos lugares, onde caímos e levantamos onde colhemos flores, onde os avós chamaram por nós! A isto eu chamo as raízes nem que seja de pensamento.

O gosto bom da chegada a casa e sentir o cheiro do café na tigela, tudo faz parte da nossa imaginação de criança, na altura, mas que vamos guardar em nosso coração para sempre, os sonhos, sabores e afectos.

Pois nos olhos ainda sentimos o cintilar da alegria, o sorriso traquina, da rua ao fim de tarde, mas a certa altura, damos com nós adolescentes e algo vai perdendo, o entusiasmo; aí vem outros amigos e um novo fervilhar de mudanças, comesa-mos a olhar em outra direcção, a do amor! Queremos crescer rápido, mas perdemos alguma coisa a meninice pura singela. O transparente olhar só prende na imagem de quem amamos.

Depois já tarde. Vimos como as coisas correm depressa demais e temos as saudades, dos Pais, avós e amigos que jamais saberemos deles, sempre penso que muitas crianças hoje em dia crescem rápido assim é a mudança do tempo, um dia eles irão sentir a mesma saudade, que eu da minha geração, mas que foi muito feliz a minha maneira, nada me faltou, amor muito, amigos bastantes, mas faz muito bem recordar, todas estas vivencias da nossa criancice.

Um dia direi aos netos, que tenham calma e vivam a sua vida, em plena harmonia e felicidade, pois só temos uma e a mesma deve ser vivida com sabedoria, amizade e sobretudo Amor muito Amor

Lisa

 

 

25
Mai08

Pequena Elegia Chamada Domingo

maripossa


O domingo era uma coisa pequena.
Uma coisa tão pequena
que cabia inteirinha nos teus olhos.
Nas tuas mãos
estavam os montes e os rios
e as nuvens.
mas as rosas,
as rosas estavam na tua boca.

Hoje os montes e os rios
e as nuvens
não vêm nas tuas mãos
(Se ao menos elas viessem
sem montes e sem nuvens
e sem rios.)
O domingo está apenas nos meus olhos
e é grande.
Os montes estão distantes e ocultam
os rios e as nuvens
e as rosas

Eugénio de Andrade
23
Mai08

Uma Amiga

maripossa

Várias vezes ela esteve próxima ou passou perto e você nem notou, fingiu não enxergar.
Desdenhou.
Ela, sempre fiel, sempre amiga, amante apaixonada, continuou a insistir: - “estou aqui, apanhe-me, leve-me, guarde para você!”.
Debalde!
Sua cegueira, sua surdez obtusa não permitia!
Incontáveis vezes, dizendo ser a última chance, a última oportunidade mesmo – sempre havia mais uma...e outra mais - ela aparecia com seu sorriso meigo, sua sinceridade, sua vontade de ajudar!

Às vezes parecia que você finalmente a tinha ouvido. Tinha escutado suas oferendas e sorria.
Sorrias o verdadeiro sorriso dos vencedores!
Não o sorriso nervoso dos negativistas, dos infortunados.
Desfrutavas então amplamente de todas as belezas que o Criador havia reservado para as suas Criaturas!
Irradiavas misteriosa aura que encantava e animava outras pessoas.
Eras, então, normal!

Mas tudo desfazia por encanto. Tudo caía por terra!
O riso que era franco, tornava-se amargo e falso.
Preferia a dor enfrentar. Preferia a falsa amiga.
Preteria a evolução.

Vai por mim companheiro, e saiba Aqui caminhar!
Se Ela está disponível, se Ela está por perto, por quê então não a apanha?
Por quê não a amarras a ti, e deixa a vida seguir?
Por quê insistes em chutá-la, negar que Ela existe e quer estar ao seu lado?
Por quê não abraça teu corpo, ata com cordas bem fortes: de amor, trabalho, e paz?
Aceita que Ela está bem perto! Sempre disposta a doar.
Aceita que Ela existe e que se chama
FELICIDADE!

 

 

Adriles Ulhoa Filho

 

22
Mai08

Falar de Amor

maripossa



Hoje vou falar de Amor! se calhar do meu amor aquele que não tem hora não tem dia,mas sim a luta diária do trabalho do companheirismo, luta de contar as fraquezas e as incertezas da vida.
Mas sobretudo falar de Amor! Muito amor,aquele que resiste ao tempo as intempéries a tempestades das ocasiões,do compre e pague depois,sim porque este é falso,não tem sustentação é muito superficial;gosto do Amor que dá e recebe sem olhar, a coisas aos dias e as horas,tem de estar presente na luta do dia a dia,e quando cansada das lides tem um abraço mas aquele do tamanho que deve ter o amor para acolher e relaxar,do tempo gasto das coisas reais que tem o amor,verdade carinho e ternura,este é o Amor que gosto... O meu.

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D