Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

30
Jun08

O segredo é amar a floresta”

maripossa

 

A floresta está a arder. As crianças choram.

Que vai ser dos pássaros felizes que ali

viviam com as suas crias reduzidas a cinza

nos ninhos frágeis agora carbonizados?

E onde vão ter lugar as histórias que os nossos avós

nos contavam?

Quando arde uma floresta, não se perdem

apenas a sua riqueza e a vida dos seres, misteriosos que a povoam.

Em cada folha queimada ou caule calcinado, em cada clareira irrespirável,

perde-se o palco insubstituível das histórias mais belas da nossa infância.

Ali nos formámos e nos divertimos, através dos sonhos bonitos que a nossa imaginação fértil, foi capaz de desenhar e construir.

Não será possível encontrar ainda no nosso imaginário, um pouco do amor com que a floresta eterna, impregnou os momentos mais felizes

da nossa juventude? A verdade insofismável é que

se todos o quisermos firmemente, a floresta não arderá.


Joaquim Évonio

 

 

 A floresta é a coisa mais linda, pelo verde, pela beleza e desfrutar aquela, que todos nós precisamos para respirar mais e melhor, quanto mais não seja pelas crianças e pelos idosos.

 

 

Vamos tentar que neste verão que começa, não querer ver cenas destas todos os dias em nossa imagem, custa ver arder o que de verde era um dia, e custa ver sofrer pessoas voluntárias a defender o que os outros por mero "desconhecimento"tentam destruir a beleza e se perder bens e pessoas por esta causa tão nobre que é a vida do Bombeiro

29
Jun08

Dia Especial

maripossa






Ontem andei por aqui. Pois foi uma tarde e uma noite maravilhosa,cheia de magia e beleza,aqui se realizou um invento de danças de salão,com as turmas onde pratico e pertenço,gostei muito o lugar aprazível muito espaço verde,bom atendimento.
Logo a chegada,com toda a gente de gala vestido,foi estar na quinta rodeada pelo espaço verde em sua volta,com lagos de água cristalina,os aperitivos da praxe.
Depois foi a entrada,para dentro do salão onde começou a ser servido um jantar com música ambiente,depois de jantar aí se abre o baile ao som da Valsa Vianense,toda a gente redopiava,pelo salão foi lindo de ver.
Mais tarde foi a exibição de pares profissionais,que nos fizeram vibrar ao som de músicas clássicas, seguidas de latinas.
Bem depois,toca a dançar novamente toda a gente,com diversos ritmos e danças,só houve a chegada a casa bem tarde! Ou seja pela manhã,mas como hoje é outro dia vamos vivendo aqueles que nos são proporcionados
27
Jun08

Amizade Verdadeira

maripossa

Amizade é algo que nasce dentro do coração, é um sentimento puro e leve... Amizade não é cobrança, é confiança. Amizade não se define com palavras, se define com emoção. Amizade não te leva a sofrer, não decepciona...
Amizade traz carinho, afecto, amor. Amizade não se mostra só em um sorriso, e sim nas lágrimas. Amizade não é feita só de momentos bons, mas sim de momentos difíceis que a gente divide. Amizade não começa por acaso, é destino. Amizade se descobre todo momento, nas pequenas coisas.
Amizade não está perto somente quando você precisa, porque está perto sempre. Amizade não engana, não finge, não desaparece, não deixa de existir. Amizade sempre cresce, ela é parte de nossas vidas, é o que nos completa no caminho.
Amizade não é sentimento finito, é eterna. Amizade começa antes mesmo de nos conhecermos em carne e osso, ela é do Espírito. Amizade não termina com a morte, ela renasce para ser ainda mais forte... Nunca pense que perdeu uma amizade, pois se perdeu não era amizade... 
 

26
Jun08

Igualmente

maripossa



Eu vi!
Uma lágrima correndo
Pela face de algum solitário
Eu vi essa lágrima mais de mil vezes
Correndo por milhões de rostos
E essas pessoas sentavam-se umas contra as outras
Não atreviam simultaneamente olhar-se
Cara a cara
Olhos nos olhos
Ficavam bisbilhotando-se
Suspirando uma emoção contida
Que negavam assumir
E praguejavam interiormente uns aos outros
Reclamando da frieza de seus semelhantes,
E circulavam paralelos
Conhecendo-se apenas por um rastro no chão
Eu vi!
Juro que vi!
Mas não tive forças para contar
Ao cara de dock sider o que
Eu havia visto.
25
Jun08

Navegue, descubra tesouros,

maripossa

Navegue, descubra tesouros,
mas não os tire do fundo do mar, o lugar deles é lá.
Admire a lua, sonhe com ela, mas não queira trazê-la para a terra.
Curta o sol, deixe-se acariciar por ele, mas lembre-se que o seu calor é para todos. Sonhe com as estrelas, apenas sonhe,
pois elas só podem brilhar no céu.
Não tente deter o vento, ele precisa correr por toda a parte, ele tem pressa de chegar sabe-se lá onde
Não apare a chuva, ela quer cair e molhar muitos rostos,
não pode molhar só o seu.
As lágrimas? Não as seque, elas precisam correr na minha, na sua ,em todas as faces.O sorriso! Esse você deve segurar, não o deixe ir embora, agarre-o! Quem você ama?
Guarde dentro de um porta jóias, tranque, perca a chave!
Quem você ama é a maior jóia que você possui, a mais valiosa.
Não importa se a estação do ano muda, se o século vira e
se o milénio é outro, se a idade aumenta;
conserve a vontade de viver, não se chega a parte alguma sem ela.
Abra todas as janelas que encontrar e as portas também.
Persiga um sonho, mas não o deixe viver sozinho.
Alimente a sua alma com amor, cure as suas feridas com carinho.
Descubra-se todos os dias, deixe-se levar pelas vontades,
mas não enlouqueça por elas.
Procure, sempre o fim de uma história,seja ela qual for.
Dê um sorriso a quem se esqueceu como se faz.
Acelere seus pensamentos, mas não permita que eles o consumam.Olhe para o lado,alguém precisa de si
Abasteça o seu coração de fé,não a perca nunca.
Mergulhe de cabeça nos seus desejos e satisfaça-os.
Agonize de dor por um amigo,só saia dessa agonia se conseguir tira-lo também.
Procure os seus caminhos, mas não magoe ninguém nessa procura.
Arrependa-se, volte atrás, peça perdão!
Não se acostume com o que não o faz feliz,revolte-se quando necessário.Alague o seu coração de esperanças,
mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte! Se perceber que precisa seguir,siga! Se estiver tudo errado,comece novamente
Se estiver tudo certo, continue. Se sentir saudades,mate-as
Se sentir saudades, mate-as. Se perder um amor,não perca!
Se achá-lo, segure-o!

 

Fernando Pessoa

23
Jun08

S. João

maripossa

 

Nesta noite me lembra muitas coisas, amizade as amigas as familiares a terra

distante.

Quando se é tripeira como eu a noite de S. João, jamais é esquecida, os bailaricos de bairro o servir do café durante a noite, para o sono não chegar, os arraiais nocturnos nos bairros da Cidade, depois ir com amigos para a noite, o cheiro da erva cidreira o manjerico, toda a azáfama da festa, a largada dos balões no Palácio de Cristal.

Depois de andar toda a noite nestas andanças, chegar a padaria mais perto e sentir o cheiro do pão quente para matar a fome da noite, se ainda as pernas dessem para isso toca a ir a Foz dar o banho, nas águas da praia, bem ali a espera daquela juventude, que sempre teve a força para permanecer fiel. Chegada a casa toca a dar um belo banho, para depois de seguida preparar o belo repasto do carneiro assado.

Pois como por aqui onde moro, não há estes costumes, espero para os amigos do Porto e não só uma bela noite de S. João, vejam se não se cansam muito, mas alegria sempre a vida são dois dias.

 

Na noite de S. João

Ela toda é folia

Depois da noite passar.

Já se vive em nostalgia

 

Lisa

 

23
Jun08

S. João

maripossa


Os festejos de S. João na cidade do Porto são já seculares e a origem desta tradição cristã remonta mesmo a tempos milenares. Mas foi só no século XX que o 24 de Junho passou a ser feriado municipal na Invicta, proporcionando um merecido dia de folia a milhares de tripeiros.





No fim e já alta madrugada é ver os foliões procurarem as padarias onde o pão acabado de fazer e ainda quentinho vai confortar as barrigas para um merecido descanso,no raiar da manhã muitos jovens e não só acabam a noite de folia com um belo banho na foz

S. João tu es do Porto
O meu Santo padroeiro
Vamos pedir ao governo
Que nos tragas mais dinheiro

Tens mangerico e balões
Alho porro,e cidreira
Muito fogo de Artificio
Martelos na cantareira


Agulheta
20
Jun08

Escrevo-te com o fogo e a água

maripossa

Escrevo-te com o fogo e a água. Escrevo-te no sossego feliz das folhas e das sombras.
Escrevo-te quando o saber é sabor, quando tudo é surpresa. Vejo o rosto escuro da terra em confins indolentes.
Estou perto e estou longe num planeta imenso e verde. O que procuro é um coração pequeno, um animal perfeito e suave. Um fruto repousado,uma forma que não nasceu, um torso ensanguentado, uma pergunta que não ouvi no inanimado, um arabesco talvez de mágica leveza.
Quem ignora o sulco entre a sombra e a espuma? Apaga-se um planeta, acende-se uma árvore. As colinas inclinam-se na embriaguez dos barcos.
O vento abriu-me os olhos, vi a folhagem do céu, o grande sopro imóvel da primavera efémera.

 

António Ramos Rosa

 

 

 

20
Jun08

Frase

maripossa



Cada dia é um dia!A vida se faz caminhando olhando de frente,pois nunca sabes se amanhã fará sol ou chuva... mas é outro dia,abris-te a janela e sorris-te,por isso nunca olhes para ontem,mas sim hoje.

Lisa

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D