Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

27
Fev09

As Rosas

maripossa

Rosas que desabrochais,
Como os primeiros amores,
Aos suaves resplendores
          Matinais;

Em vão ostentais, em vão,
A vossa graça suprema;
De pouco vale; é o diadema 


          Da ilusão.

Em vão encheis de aroma o ar da tarde;
Em vão abris o seio úmido e fresco
Do sol nascente aos beijos amorosos;
Em vão ornais a fronte à meiga virgem;
Em vão, como penhor de puro afeto,
          Como um elo das almas,
Passais do seio amante ao seio amante;
          Lá bate a hora infausta
Em que é força morrer; as folhas lindas
Perdem o viço da manhã primeira,
          As graças e o perfume.


Rosas que sois então? – Restos perdidos,
Folhas mortas que o tempo esquece, e espalha
Brisa do inverno ou mão indiferente.

          Tal é o vosso destino,
          Ó filhas da natureza;
          Em que vos pese à beleza,
                   Pereceis;
          Mas, não... Se a mão de um poeta
          Vos cultiva agora, ó rosas,
          Mais vivas, mais jubilosas,
                   Floresceis.

 

Machado de Assis

 

Depois deste poema de Machado de Assis nada melhor que a poesia das rosas,pela cor, pelo perfume, e amizade, para quem gosta... elas ficam bem a qualquer um

Lisa

27
Fev09

O amigo

maripossa


Um amigo, o primeiro amigo dentro da nuvem de um sonho. O impossível toca-nos as mãos subitamente — o fogo, a flor concêntrica de planetas no exílio. Na terra do silêncio os frutos caem,de sua própria vontade. Ao coração das coisas, ao jugo das cores da memória, ao pequeno desvio da sombra no deserto, ao amor que nos alimenta de morte, à morte que morre connosco opomos a infinita constelação dos nossos sentidos.

Casimiro de Brito




A palavra para este blog é e sempre será amizade,só ele une ideias e dá mãos para um mundo melhor,se poder contribuir elas aqui estão,se não gostarem de ler...agradeço na mesma.
Lisa
25
Fev09

A folha de papel

maripossa

Quando mais jovem, por causa de meu caráter impulsivo, tinha raiva e na menor provocação, explodia magoando meus amigos.Na maioria das vezes, depois de um desses incidentes me sentia envergonhado e me esforçava por consolar a quem tinha magoado.Um dia, meu professor me viu pedindo desculpas depois de uma explosão deraiva, e me entregou uma folha de papel lisa e dizendo:
- Amasse-a!
Com medo, obedeci e fiz com ela uma bolinha.
- Agora -voltou a dizer-me- deixe-a como estava antes.
É obvio que não pude deixá-la como antes. Por mais que tentei, o papel ficou cheio de pregas. Então, disse-me o professor:
- O coração das pessoas é como esse papel...a impressão que neles deixamos será tão difícil de apagar como esses amassados.
Assim aprendi a ser mais compreensivo e mais paciente. Quando sinto vontade de estourar, lembro deste papel amassado.A impressão que deixamos nas pessoas é impossível de apagar. Quando magoamos com nossas ações ou com nossas palavras, logo queremos consertar o erro, mas muitas vezes é tarde demais. Alguém disse, certa vez:

"Fale quando tuas palavras sejam tão suaves como o silêncio"  


  
 
(sabedoriadosmestres)

25
Fev09

Pensamento

maripossa


Nos meus olhos vi o amor,forte e sincero com raízes de esperança.
Peguei numa flor e construi os sonhos,e dei lugar ao fruto que amadureceu em mim, para construir um mundo melhor e de paz, assim sou eu.




A terra me viu crescer e deu fruto, a mesma palmilhei no dia a dia,as ervas daninhas deixei ao lado,e tentei fugir delas.
23
Fev09

Janela do Sonho

maripossa

Abri as janelas que havia dentro de ti, e entrei abandonado nos teus braços generosos.

Senti dentro de mim o tempo a criar silêncio, para te beber altiva e plena.

Mil vezes repeti teu nome, mil vezes, de forma aveludada e era a chave que se expunha e fecundava dentro de mim.Já não se sonha, deixei de sonhar, o sonho é poeira dos tempos
é a voz da extensão é a voz da pureza que dardejava na nossa doçura.

Quando abri as tuas janelas e despi teus braços perdi a vaidade e a pressa, amei a partida
e em silêncio abri, (sem saber que abria) uma noite húmida em combustão secreta desmaiado no teu ombro de afrodite.

 

Carlos Melo Santos

 

23
Fev09

Caçador de Borboletas

maripossa


Sorridente, ao nascer do dia,
ele sai de casa com a sua rede.
Vai caçar borboletas, mas fica preso
à frescura do rio que lhe mata a sede
ou ao encanto das flores do prado.
Vê tanta beleza à sua volta
que esquece a rede em qualquer lado
e antes de caçar já foi caçado.



À noite, regressa a casa cansado
e estranhamente feliz
porque a sua caixa está vazia,
mas diz sempre, suspirando:
Que grande caçada e que belo dia!
Antes de entrar, limpa as botas
num tapete de compridos pêlos
e sacode, distraído,
as muitas borboletas de mil cores
que lhe pousaram nos ombros, nos cabelos.

Álvaro Magalhães
20
Fev09

Festa de Carnaval

maripossa

Cada ano que chega mais lembra os carnavais de outrora não muito longe.Quando eu tinha sete anos e os da minha geração se devem lembrar do que aqui vou dizer? os pais não tinham dinheiro para roupas bonitas como hoje actualmente. Então toca a vestir as roupas mais velhas bem ao jeito do carnaval trapalhão, as raparigas se vestiam de rapazes, e os rapazes de rapariga, bem era uma festa na altura. Os meus pais como bons dançarinos iam festejar para um grupo associativo e durante a noite se bailava aos som de um conjunto que fazia as delicias da altura, quando chegavam de manhã nos traziam as serpentinas e confetis para no dia de terça feira, nos entreter a atirar uns aos outros. No dia de carnaval a minha avó fazia o belo cozido de carne, e a noite se queimava o chamado pai das orelheiras, e se saltava as fogueiras.Tudo passa e tudo é diferente hoje em dia

 

Lisa

(foto da net)

Aos amigos se divirtam, pois a vida é dois dias e o carnaval igual

 

20
Fev09

CESARIA EVORA DOR DI AMOR

maripossa
Mais um fim de semana está ai,algumas festas de Carnaval e folia para alguns,para outros ficarão por casa em família.Para os amigos que se irão divertir o devem? a vida é curta,devemos viver dentro do possível com aquilo que nos proporcionam.Hoje uma sugestão de música Africana, adoro a mesma Cabo Verde e o seu povo,mesmo sofrido ainda consegue demonstrar que a vida não será só desgraça.Aqui fica a rainha dos pés descalços para quem gostar e apreciar,esta ao ritmo de samba e alegre como gosto

18
Fev09

Noite

maripossa

É de noite que as palavras se soltam,

sem destinos nem contornos,

vagueando plurais em seus sentidos,

omitindo-se e revelando-se.É de noite que me solto no sentir,

 

quando no adormecido silêncio as palavras se fantasiam e libertam.

É de noite que acordo o poema na sonolência do verbo,na indigência dos significados,

na suavidade dos desvarios consumados.É de noite, na noite de mim,que diariamente me exponho nos silêncios libertados.

 Helena Monteiro

18
Fev09

Palavras de Amigo

maripossa


Nos dias que correm e temos de enfrentar, tudo é muito estranho. As pessoas a indiferença as desigualdades a falta de solidariedade.
Tudo é notório numa sociedade aberta e livre e sem diferenças, mas o que vejo é o “salve-se quem poder” quem tem dinheiro tem tudo, prestigio portas abertas, carros de marca!...Tudo o resto passa despercebido de muitos? e tudo fica muito superficial.
Quando encontram na rua um pobre toda a gente se retira, talvez porque tenha medo, da pobreza? Mas devemos estar alerta, pois a cada instante e num instalar de dedos o mesmo bate a nossa porta, pela falta de trabalho pela doença, ou pela velhice. Mas a amizade e amor onde fica… onde estão os amigos, fugiram para algum lado, pois as amizades são actualmente um poucas assim pouco valem.
A maioria sobe como balões de ar, um dia o balão rebenta ou fica sem o mesmo e cai. Então o fiel amigo,o vai recolher o amigo "balão" e lhe dar um pouco de carinho apoio o ar,o mesmo que a sociedade que tanto mal lhe fez o despedaça na desgraça.
Por tudo isto vamos ser solidários e estar atentos? os desafios são muitos no dia a dia, para que possamos viver como um verdadeiro amigo e consciente das suas responsabilidades e em verdadeira amizade.

Lisa

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D