Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

26
Fev10

Quem não Ama, Desmente a Natureza

maripossa

Se a flor namora a flor que lhe é vizinha,
Se uma palma com outra enlaça os ramos,
Se nos prados, com cândidos reclamos,
Namora uma avezinha outra avezinha.

Se o mundo o seu Autor quando o sustinha,
Nos eixos do poder, que acreditamos,
Na longa rotação que divisamos,
Viu que, para o suster, Amor convinha:

Se Amor é um dever que impresso existe
Em tudo que vegeta a redondeza,
Em que o governo universal consiste:

Quem se exime de amor e a Amor despreza?
Quem ataca esta Lei? Quem lhe resiste?
Quem não ama, desmente a Natureza.

 

Francisco Joaquim Bingre

23
Fev10

África

maripossa

África flor negra de perfume
de fruta gostosa nos lábios.
Bravia da esperança e sede de bonança
serás sempre, a espera e azedume
Da luz do sol intenso, e perfumes
da  savana bravia,  destruída
Pela ganância do homem,
onde o medo é batuque e  lágrima  de dor.
Serás sempre a África  que sentes
e dás amor,  da mãe negra chorosa
sem pão, com guerra e fome, suor!
Teus clamores  vais gritar e chorar.
da dor da morte, dos gemidos da guerra
Que sentes no teu olhar a todo instante
E teus olhos sentem o vazio da espera
de um dia África acordar e chegar
A Primavera!...
 

Lisa 23/02/2010

 

21
Fev10

Ao Povo da Madeira

maripossa

Neste blog se gosta  de escrever palavras de amor, solidariedade e amizade. E como de solidariedade se trata, não poderei ficar indiferente a tragédia que atingiu a Madeira. Nesta hora de dor, devemos estar unidos perante esta catástrofe, provocada pelas chuvas torrenciais, e lamas vindas pelas encostas abaixo, que levaram consigo vidas e haveres que atingiram  o Funchal, o mais devastado pelo sinistro.Este blog e sua autora,está de coração presente com o povo madeirense. Vamos enterrar os mortos e ajudar os vivos neste momento de dor, que está a atingir muitos lares de portugueses. O meu respeito pelas vítimas, e todos que trabalham neste momento.E como soldado da paz, os meus pêsames pelo bombeiro e colega que morreu tentando salvar uma senhora, aqui  honrou o lema Vida por Vida

Lisa

 

19
Fev10

Assim, pelos olhos, o amor atinge o coração

maripossa

Assim, pelos olhos, o amor atinge o coração:
Pois os olhos são os espiões do coração.
E vão investigando O que agradaria a este possuir.
E quando entram em pleno acordo.
E, firmes, os três em um só se harmonizam,
Nesse instante nasce o amor perfeito,
nasce daquilo que os olhos tornaram bem-vindo ao coração.
O amor não pode nascer nem ter início senão
Por esse movimento originado do pendor natural.
Pela graça e o comando dos três, e do prazer deles,
Nasce o amor, cuja clara esperança
Segue dando conforto aos seus amigos.
Pois, como sabem todos os amantes verdadeiro,
o amor é bondade perfeita,
Oriunda - ninguém duvida - do coração e dos olhos.
Os olhos o fazem florescer; o coração o amadurece:
Amor, fruto da semente pelos três plantada.


Guiraut de Borneilh

 

12
Fev10

Mulher

maripossa

Cada mulher se torna uma aranha em sua teia.Em cada dia vamos construindo a nossa teia da vida, poderá ser bem tecida ou não! Pois tudo na vida é uma incógnita, em cada pedaço temos tecidos tão lindos e bem trabalhados, que paramos a pensar como os construímos, e neste pensamento de "aranha" mulher, vimos como somos capaz de o fazer.Tudo em volta se torna bonito, e com as pequenas dificuldades que toda a "aranha" mulher tem, reparamos...que não precisamos de ultrapassar ninguém, para ter a nossa teia de "aranha" mulher, tão bem feita e perfeita, e podemos dizer! Bem construída e capaz de aguentar, as intempéries da vida.Cada uma de nós mulheres,somos umas pequenas "aranhas" que fazemos teias lindas,de seda fina e luar,que se quebram a cada instante,ou simplesmente teias de amor,com sabor a algodão doce

 

Lisa

 

 

 

09
Fev10

Jardim Perdido

maripossa

Jardim em flor, jardim de impossessão,
Transbordante de imagens mas informe,
Em ti se dissolveu o mundo enorme,
Carregado de amor e solidão.

A verdura das arvores ardia,
O vermelho das rosas transbordava
Alucinado cada ser subia
Num tumulto em que tudo germinava.

A luz trazia em si a agitação
De paraisos, deuses e de infernos,
E os instantes em ti eram eternos
De possibilidades e suspensão.

Mas cada gesto em ti se quebrou, denso
Dum gesto mais profundo em si contido,
Pois trazias em ti sempre suspenso
Outro jardim possivel e perdido.

Sophia de Mello Breyner

 

08
Fev10

Instante

maripossa

Ao abrir a janela pela manhã olha em volta e sorri para a vida e

a tudo que te rodeia.Viver é isso, sentir o cheiro entrar dentro de

ti como um balsamo,e uma leve brisa te bater no rosto.Depois

de alguns instantes,.morde aquele fruto maduro que te dá

prazer. Salta para a vida,bebe na fonte e saboreia a liberdade,te

entrega a quem a sorte te destinou.E ama e sente, cada

instante,o prazer de tudo que te rodeia pode estar em ti e nunca

nos outros.Cada um deve sentir o momento,muito nosso,é

verdade que nem nós o sabemos descrever.Tudo o resto passa e

rápido e nem damos valor,ao que temos próximo de nós.

 

LISA 07/02/2010

 

 

foto:manecas-azul.blogspot.com

 

 

05
Fev10

Obrigado a Todos

maripossa

Alguns amigos do blog certamente perceberam e deram pela falta neste espaço.Por motivos familiares e de saúde de um filho, não estive presente quanto gostaria, hoje mais sorridente e feliz volto  e com grande felicidade de aqui vir, escrever, responder e visitar os amigos. A todos quanto por aqui vieram, obrigados pelas palavras de carinho e amizade para comigo, numa altura em que andava triste e sem vontade de escrever. Agora voltará ao normal, assim espero, como tal obrigados de coração a todos, (embora mesmo sem escrever, aqui vieram os tais "anónimos" chatear e dizer o que não devem, e deviam estar calados, só tem trabalho escrever, porque eu deito ao lixo tudo que não presta)

Aos amigos de coração aqui fica gratidão pelas palavras...obrigados.

Lisa

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D