Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

25
Abr07

Memórias

maripossa

TEATRO CINEMA

 

 

O terceiro dos lugares emblemáticos da resistência ao fascismo em Fafe foi, sem dúvida, o Teatro Cinema

 

Propriedade da família Summavielle, aquele edifício foi palco dos grandes comícios da oposição em Fafe, ao longo do Estado Novo.

Segundo algumas fontes, apesar das determinações governamentais no sentido de que qualquer utilização da casa, para alem de espectáculos, fosse objecto de autorização do representante do Governo no Distrito, as manifestações oposicionistas sempre se realizaram apenas elas.Nunca o Teatro terá sido cedido para sessões de propaganda ao regime.

Concluída em 10 de Dezembro de 1923 e aberta em 10 de Janeiro de 1924,aquela belíssima casa de espectáculos começou por receber as melhores companhias de teatro nacionais e projectou cinema desde os primeiros tempos.

Logo em 1929,já em período de Ditadura militar, realizou-se uma grande manifestação de apoio à Republica e ao Major Miguel Ferreira, na altura exilado,”de ovação à Liberdade, deaclamação à Democracia”, com a presença de nomes sonantes da “resistência”, entre os quais o conhecido Prof.Emidio Guerreiro.

Mais tarde, aquando das eleições para Presidência da Republica, em 1949,novamente o Teatro Cinema volta a ser palco de uma grande manifestação de apoio à candidatura da oposição, no caso do General Norton de Matos, em 6 de Fevereiro daquele ano.

Em 2 de Junho de 1948,nas presidenciais a que concorreu o “General Sem Medo”, Humberto Delgado, novamente aquela sala foi utilizada para uma sessão de propaganda da candidatura oposicionista, autorizada pelo Governo Civil de Braga.

Outras sessões continuaram a privilegiar como espaço de actuação entre os quais a sessão da CDE em 1969.

Pode-se assim afirmar, sem desmentido, que o Teatro Cinema se constituiu ao longo de mais de quarenta anos como um lugar de referência da oposição ao Estado Novo na nossa terra, nos momentos decisivos das batalhas eleitorais

Por ele passaram figuras importantes da resistência ao fascismo no Distrito de Braga, como personalidades oposicionistas de dimensão nacional

                                   

Do livro desafectos ao Estado Novo

Esta é a fchada desta linda casa de espectáculo,que vai ser reparada ainda este ano com grandes obras de restauro,pois  a cámara a comprou o edificio e  grandes obras na mesma irão ser feitas,para bem de todos os Fafenses,pois é sem dúvida muito bonita por dentro,e merece que todos olhem por ela é realmente um belo património de rara beleza do principío do século vinte,vamos esperar eu depois direi alguma coisa acerca.

4 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D