Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

06
Mar08

OCEANOS

maripossa

Pesca industrial

Navios gigantescos, usando modernos equipamentos, podem localizar com exatidão cardumes de peixes. Essas frotas industriais superaram os limites ecológicos do oceano. Conforme os peixes grandes vão desaparecendo, peixes menores tornam-se alvos, e assim sucessivamente. (O doutor Daniel Pauly, um canadense especialista em pesca, adverte que, se essa escala continuar como está, nossos filhos comerão águas-vivas).


Resumindo: mais e mais pessoas estão competindo por menos e menos peixes e piorando a crise nos oceanos já existente.



Captura Acidental (Bycatch)

Práticas modernas de pesca são incrivelmente devastadoras. Todos os anos, redes de pesca matam até 300 mil baleias e golfinhos em todos em todo o mundo. O enredamento é uma das maiores ameaças para muitas espécies. Além disso, algumas práticas de pesca destroem o habitat e seus habitantes. O arrastão no fundo do mar, por exemplo, acaba com antigas florestas de corais inteiras e outros ecossistemas delicados. Em algumas áreas, tal prática é equivalente a arar a terra várias vezes ao ano.


Fonte Greenpeace.
24
Jan08

Aumento do Nível dos Mares

maripossa


Um aumento médio global dos mares de 9 a 88 centímetros é esperado nos próximos 100 anos, graças aos gases de efeito estufa que já emitimos e provavelmente ainda emitiremos. Isso acontecerá mais ou menos na mesma medida que o derretimento do gelo e a expansão termal dos oceanos (a água se expande quando aquecida).

Até mesmo essa comparativamente modesta projeção de subida do nível da água provocará destruição. Enchentes na costa e danos causados por tempestades, erosões nas margens, contaminação por água salgada nas reservas de água potável, na agricultura, cheias nos mangues, pântanos e ilhas e acréscimo da salinidade nos estuários são conseqüências reais de um aumento mesmo que pequeno do nível das águas. Algumas cidades costeiras e vilas também serão também afetadas. Recursos vitais para populações costeiras ou em ilhas como praias, água potável, áreas de pesca, habitats, barreiras de coral e atóis estão também sob risco.
Greenpece.

Rabiscado por Agulheta

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D