Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Tempo

30.03.07, maripossa

Som suave, lareira acessa

Um olhar, meigo um beijo

Uma carícia gostosa, dos nossos corpos

Unida, na paixão dum desejo

Da noite longa e cheia de amor

Do calor dos corpos enlaçados

Com sede dos nossos lábios

Como se o mundo acaba-se

No momento, e que jamais se lembrasse

Do tempo, que estivemos separados

E que sempre fica-se, o momento

Todo o nosso amor ali junto a lareira

Da roupa espalhada pelo chão

Com o sinal da nossa paixão

 

 

 maripossa

 

 

15 comentários

Comentar post