Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Lembranças do Antes de Abril

23.04.08, maripossa



Era uma noite,serena mas com algum sobressalto da hora;eu dormia calma e serena como toda a criança o faz,despreocupada das coisas,e das lembranças,só tem na mente os sonhos.
Pois seria seis horas da manhã,de uma triste manhã,já muito distante,bateram a porta,aquele bater não era normal,mas trazia os ventos da violência e destruição.
Eram homens alguns para um só,entraram de rompante como se fossem os donos de alguma coisa, a casa virou desgraça,que valia ser criança,ou mulher,a ordem era para cumprir,levar bater e mais bater até as pessoas falarem,ai pegaram o Pai indefesso e maltratado como se de cachorro se trata-se,até esses querem respeito,nem a Mãe se conseguia chegar para ele pois a afastaram,os meus ouvidos ainda ouvem a frase( chega mulher para trás se não queres ir junta),pois na cabeça de uma criança jamais esquecerá esta memória,que meu coração guarda com (raiva)desse dia.
Por isso quem não gostar da lembrança,passe em frente,por esta razão gosto do dia que Abril abriu e não se bateu em mais ninguém, por ter ideias e gostos diferentes.
Se me perguntarem se é este Abril que gosto para o meus país, NÃO! quero outro,onde não tenha-mos de pedir esmolas,onde cada família tenha seu pão e trabalho,mais solidariedade e amizade pelas pessoas,pelos velhos, que lhe dão a triste esmola da reforma,que nem chega para comer,basta de falsos,moralismos de quem tem na boca, Abril! mas quero o verdadeiro,que faz a união e liberdade,e fraternidade

18 comentários

Comentar post

Pág. 2/2