Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

TU

05.02.07, maripossa

Noite fria, com luar, brilhavam as estrelas, o coração palpitava tu não vinhas!.E eu na mesa do bar bebia um copo e esperava, e tu não vinhas, olhava o relógio passaram horas minutos e segundos, era uma eternidade tu não vinhas..e eu ficava ali á tua espera e tu não vinhas! De repente levantei-me e dirigi-me à porta e segui junto a berma da estrada, olhando em frente via o luar do meu lado direito o MAR estava calmo apesar de ser inverno, o luar reflectia na água parecia cristais, e lá segui olhei para o relógio,era quase dia e eu sempre esperando tu naõ vinhas, onde estarias? Era dia finalmente e começava a cidade a ter vida as pessoas para o trabalho as crianças para a escola e a brincar nos jardins!..e tu não vieste onde estarias nos braços de outro algém,quisá longe dali ou perto..Mas eu sempre te esperei todos os dias todos os momentos, e tu não vinhas.Se for parecido com algo é pura ilusão...

 

7 comentários

Comentar post