Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Longo País do Medo

15.04.08, maripossa

É a medo que escrevo. A medo penso
A medo sofro e empreendo e calo
A medo peso os termos quando falo
A medo me renego,me convenço.

A medo amo. A medo me pertenço
A medo me repouso no intervalo
De outros medos.A medo é que resvalo
O corpo escrutador,inquieto,tenso.

A medo durmo. A medo acordo. A medo
Invento. A medo passo,a medo fico
A medo meço o pobre, meço o rico

A medo guardo confissão,segredo
Dúvida,fé. A medo. A medo tudo.
Que já me querem cego, surdo, mudo


Assim escreveu José Cutileiro

Rabiscado por Agulheta

10 comentários

Comentar post