Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Chico Buarque

19.06.07, maripossa

 

 

Filho de Sérgio Buarque de Holanda, um importante historiador e jornalista brasileiro, e de Maria Amélia Cesário Alvim.

Foi casado com a atriz Marieta Severo com quem teve três filhas: Sílvia, que é atriz, Helena, casada com o percussionista Carlinhos Brown e Luísa. É irmão das cantoras Miúcha, Ana de Hollanda e Cristina.

Nascido numa família ilustre, conheceu Vinicius de Moraes e Paulo Vanzolini dentre outros, antes de iniciar sua carreira, pois eles visitavam com frequência seus pais em sua casa na Itália.


No início da carreira conheceu Elis Regina, que havia ganhado o Festival de Música Popular Brasileira de 1965 com a canção Arrastão; mas a cantora acabou desistindo de gravá-lo devido à impaciência com a timidez do compositor. Chico Buarque se revelou ao público brasileiro quando ganhou o mesmo Festival, no ano seguinte (1966), patrocinado pela TV Record, com A Banda, interpretada por Nara Leão (empatou em primeiro lugar com Disparada, de Geraldo Vandré).

No festival de 1967 faria sucesso também com Roda Viva, interpretada por ele e pelo grupo MPB-4 -- amigos e intérpretes de muitas de suas canções. Em 1968 voltou a vencer outro Festival, o III Festival Internacional da Canção da TV Globo. Como compositor, em parceira com Tom Jobim, com a canção Sabiá. Mas desta vez a vitória foi contestada pelo público, que preferiu a canção que ficou em segundo lugar: Pra não dizer que não falei de flores, de Geraldo Vandré.

fonte wikipédia

 

Neste dia de 19 Junho de 2007 faz anos Chico Buarque,o cantor de gerações de sessenta se lembra deste cantor,que no Brasil contra regimes autoritários se mostrou contra,homem de grandes lutas e desafios em defesa dos mais desprotegidos,sempre pronto ajudar de quem dele precisa através de sua música,e não só ainda o podemos ver a jogar a bola para angariar fundos para crianças,desprotegidas pela sociedade.Chico Buarque muito marcou a minha a minha geração pela sua música,por isso hoje a vou colocar no meu blog. A valsinha de Chico Buarque.

 

 

Joan Baez( Gracias a la Vida)

18.06.07, maripossa

 

Joan Chandos Baez (nascida em 9 de Janeiro de 1941 em Staten Island, Nova Iorque) é uma cantora americana de folk, conhecida por seu estilo vocal distinto e opiniões políticas apresentadas abertamente.

A carreira profissional de Baez começou em 1959 no “Newport Folk Festival”, onde com 18 anos, foi a grande revelação. Ela lançou pela Vanguard Records no ano seguinte seu álbum de estreia, Joan Baez, uma colecção de baladas tradicionais que vendeu moderadamente bem, chamando a atenção pela qualidade do repertório e por seu talento na guitarra acústica, aliado a sua bela voz de soprano. O álbum seguinte, Joan Baez, Vol. 2, foi lançado em 1961. Ganhou um disco de ouro, o mesmo acontecendo com Joan Baez in Concert, de 1962. Com apresentações regulares, Joan Baez tornou-se um fenómeno artístico. Em 1963, já era considerada uma das cantoras mais populares dos Estados Unidos. Além de folk tradicional e canções de protesto, ajudou a promover Bob Dylan, impressionada com suas composições iniciais e incluindo várias delas em seu repertório. Acabaram tornando-se namorados por um tempo, mas o relacionamento acabou em 1965. Entre seus sucessos históricos desta época, podem ser citados “We shall overcome”, “With God our side”, “All my trials”, além de outros.

 

 

Joan Baez e Bob DylanAssim como Dylan, Baez foi influenciada pela Invasão Britânica e passou a usar, ainda que discretamente, acompanhamento eléctrico, além seu violão a partir de Farewell Angelina, de 1965, pouco tempo depois de Dylan começar a experimentar o folk rock. No final dos anos 60, Baez flertou com a poesia (lançando o livro A Journey Through Our Time) e com a música country (com One day at time, de 1968). No ano seguinte, lançaria um álbum duplo inteiramente dedicado às canções de Bob Dylan, “Any day now”. Também tocou em Woodstock, numa época em que estava inteiramente envolvida na luta contra a Guerra do Vietnã.

Em 1968 ela se casa com David Harris, um proeminente opositor da Guerra do Vietnã que seria preso no mesmo ano. Harris, fã de música country, fez com que Baez fosse mais influenciada pelo country rock, começando com David’s Álbum, de 1970 e culminando com o duplo “Blessed are”, de 1971, seu último disco pelo selo Vanguarda. Sua versão de “The Night They Drove Old Dixie Down” da The Band foi um sucesso, entrando para o Top Ten americano.

Baez migrou para a A&M Records em 1972, lançando Come From The Shadows, um álbum explicitamente político, com ácidas críticas ao Vietnã. Após o álbum Heres to life (1974), gravado em espanhol, com canções latino-americanas, ela passou a flertar com o pop e a investir em suas próprias músicas, culminando com o elogiado Diamonds & Rust em 1975, seu disco de maior sucesso nos anos 70. Em 1976, voltou a se apresentar com Bob Dylan e gravou o duplo ao vivo “From every stage”, onde demonstrava sua permanente empatia com seu público. No final dos anos 70, ela mudou brevemente para a CBS Records, lançando European Tour em 1980, um disco ao vivo, acústico, que marca um retorno a certa simplicidade musical e talvez, ao melhor formato artístico para seu estilo. Nos anos 80, Joan Baez continuou a se apresentar com frequência, mantendo um público fiel, mas deixou de gravar discos por grandes gravadoras, registrando seu repertório de forma esporádica por pequenos selos e gravadoras independentes.

Nos anos 90, apesar dessas mudanças constantes de gravadora, Baez continuou lançando seus álbuns. O CD “Ring them bells”, de 1996, foi considerado o melhor trabalho de folk contemporâneo do ano, por revistas especializadas no género. O seu último foi Dark Chords on a Big Guitar, de 2003, após alguns anos sem gravar.

Joan vive em Woodside, Califórnia.

Fonte Wikipédia 

 

 Hoje estou a postar,esta cantora derivado a sua forma de actuar,na chamada de atençao para os problemas do Mundo em que vivemos,da guerra!.. das pessoas que nada tem,pois bastante me marcou pela maneira com que sempre se bateu,contra os que  motivaram a guerra no Viatname,este pequeno video adoro esta música,tenho este disco em venil,que meu Pai me trouxe e fiquei, realmente feliz pela oferta,ainda actualmente o ouço várias vezes."Joan  Baez" ainda hoje faz actuações em diversas partes,se veste simples sem ares de vedeta,dança e canta junto ao Povo aquele que ela defendeu,contra sertas leis Americanas.

 

Nomeação para o Cupido

17.06.07, maripossa

 

A minha querida amiga Papoila do blog

 

http://a-papoila.blogspot.com/

 

Para premiar dez Blog com a seta do Cupido, hora eu como sou Sagitário!.. Vem mesmo a calhar, “escolher”não será bem o termo, pois gosto de muitos amigos, terei que nomear mas como de Amor se trata vou fazer algo destinado ao mesmo.

 

Agora vou falar do meu Amor, o que ele é para mim, algo sublime que tem perdão, ternura encantamento de um olhar, cumplicidade respeito, saber dar espaço para respirar, conversar.

Tive momentos da vida e profissão, em que chegava e não apetecia fazer nada tal era o cansaço ali estava alguém, para apoiar vice-versa.Pois a vida a dois é feita de grandes momentos uns tem muito que contar, de bom outros não infelizmente, os meus momentos sempre tenho boas recordações,por isso sempre será bom ter onde deitar a cabeça, repousar no braço forte de nosso lado, saber olhar no fundo dos olhos, dizer eu amo-te isto eu chamo Amor.

 

Para Ti......

O teu Amor é teus olhos

Aqueles que me dão carinho

Aquele em quem confio

Os meus segredos, aos molhos

Do grande força e coração

De uma mão carinhosa meiga

De um Amor, sublime e de paixão

 

Agora aqui vai os meus nomeados!..Mas não tem Óscar?

 

 

http://blogdasofia.blogs.sapo.pt/

 

http://blogamor.blogs.sapo.pt/

 

http://luz_cintilante.blogs.sapo.pt/

 

http://vitorcintra.blogspot.com/

 

http://www.maresiaazul.blogspot.com/

 

http://oteudoceolhar.blogs.sapo.pt/

 

http://sopoesia.blogs.sapo.pt/

 

http://ecosdotempo.blogs.sapo.pt/

 

http://arcoiris_davida.blogs.sapo.pt/

 

http://estrelademim.blogs.sapo.pt/

 

 

David Mourão Ferreira

16.06.07, maripossa

David de Jesus Mourão-Ferreira (24 de Fevereiro de 1927 — 16 de Junho de 1996) foi um escritor e poeta lisboeta licenciado em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa em 1951, onde mais tarde em 1957 foi professor, tendo-se destacado como um dos grandes poetas contemporâneos do Século XX.

Mourão-Ferreira trabalhou para vários periódicos, dos quais se destacam a Seara Nova e o Diário Popular, para além de ter sido um dos fundadores da revista Távola Redonda. Entre 1963 e 1973 foi secretário-geral da Sociedade Portuguesa de Autores. No pós-25 de Abril, foi director do jornal A Capital e director-adjunto do O Dia.

No governo, desempenhou o cargo de Secretário de Estado da Cultura (de 1976 a Janeiro de 1978, e em 1979).

Foi autor de alguns programas de televisão de que se destacam "Imagens da Poesia Europeia", para a RTP.

Em 1981 é condecorado com o grau de Grande Oficial da Ordem de Santiago da Espada. Em 1996 recebe o Prémio de Carreira da Sociedade Portuguesa de Autores e, no mesmo ano, recebe a Grã-Cruz da Ordem de Santiago da Espada.

Do primeiro casamento, com Maria Eulália, sobrinha de Valentim de Carvalho, teve dois filhos, David Carvalho e Adelaide Constança, que lhe deram 10 netos.

Alvorada

 

E de súbito
um corpo! Alvorada sombria,
Alvorada nefasta envolta nuns cabelos.....
Eram negros e vivos. Quem sofria,
Só de vê-los?

Eram negros; e vivos como chamas.
Brilhavam, azulados sob a chuva.
Brilhavam, azulados, como escamas
De sereia sombria, sob a chuva...

Veio cedo de mais a trovoada:
O vento me lembrou
De quem eu sou.
- Alvorada suspensa! Contemplada
por alguém que chegou a uma sacada
e à beira da varanda vacilou.

Poema de David Mourão Ferreira

Bolero

15.06.07, maripossa

Apesar de raízes musicais e origens geográficas controversas, convenciona-se dizer que o bolero é um ritmo musical adaptado da clássica balada às raízes afro-espanholas, e que encontrou grande desenvolvimento em Cuba, Porto Rico, República Dominicana e México.
O bolero se deve dançar,em sintonia absoluta de corpos com muita sensualidade pois quer o bolero como a rumba,será das danças latinas as que mais ritmo pede,quer em termos de paços como em cordenação,senão basta ver como o bolero "Bésame Mucho" pois para tal podem consultar neste video

 

Nomeações

15.06.07, maripossa

Hoje vou tentar fazer uma coisa que não é fácil, nomear dez blogs amigos mas tenho a dizer que vai ser uma dor de cabeça pois gosto deles todos, mas terei de fazer se não os amigos irão dizer que sou uma baldas e não quero isso!..Pois como se diz na minha terra resposta se dá a galegos!..Será, pois aqui vão eles a seguir.

 

 

Pois para começar a primeira nomeação que tive foi do Blog.

http://isabelsushi.blogs.sapo.pt

A segunda nomeação foi

http://simplesmentemanuela.blogspot.com/

A terceira nomeação foi

http://poemascintilantes.blogs.sapo.pt

 

Agora se preparem para o desafio

 

http://topazio1950.blogs.sapo.pt/

http://cristaisdegelo.blogs.sapo.pt/

http://chicailheu.blogs.sapo.pt/

http://grilinha.blogs.sapo.pt/

http://simplesmentemanuela.blogspot.com/

http://cindamoledo.blogs.sapo.pt/

http://tibeu.blogs.sapo.pt/

http://vitral.blogs.sapo.pt/

http://estrelademim.blogs.sapo.pt/

http://jardimdamedusa.blogs.sapo.pt/

 

Agora meus queridos amigos tenho a pedir desculpa para quem não nomeei não foi por mal, mas adoro todos vós fazemos parte deste espaço que é a comunicação blogista, todos eles falam mais de umas coisas do que de outras mas não será por isso, que um é melhor do que o outro, como já tenho afirmado sou frontal em dizer o que penso, não gosto de protagonismo, como disse sou simples estou aqui para me divertir e comunicar, não para fazer eu sou melhor ou pior, não isso não sempre respondo na maior cordialidade e amizade é para isso que estou aqui. Amizade fraternidade. Maria Elisa

maripossa

Falo um pouco de Mim

14.06.07, maripossa

Hoje como não terei grande tempo para escrever, pois como alguns amigos sabem, sou um pouco a mulher de sete ofícios, pois tenho de me virar para muitos lados, dos quais muitos deles amo muito.

Um é os Bombeiros dos quais partilho o meu tempo já para os vinte e tal anos, pois sempre que de mim precisem ai estou, a família pois tenho dois netos que amo muito e de vez em quando, os tenho comigo dão um pouco de canseira mas tudo se faz, pois hoje como os tive aqui o tempo não foi muito para fazer grande coisa, depois a quinta feira tenho dança!..Outra paixão mas a vida tem de ser vivida de paixão e amor, só assim tem sentido.

 

Tive no meu blog nomeações de amigos mas prometo amanhã deixar todo no seu devido lugar desde já agradeço a simpatia e amizade, pelo feito pois os amigos, são a outra parte que preenche a vida pois sem amigos vida é triste, eu gosto de fazer amizades com o coração e não por fazer… Sou pessoa simples!.. mas gosto do meu amigo, não suporto traição e enveja, sou transparente, gosto hoje e amanhã.Assim sou eu de corpo inteiro.

maripossa

Fernando Pessoa

13.06.07, maripossa

Fernando António Nogueira Pessoa (Lisboa, 13 de Junho de 1888 — Lisboa, 30 de Novembro de 1935), mais conhecido como Fernando Pessoa, foi um poeta e escritor português.

É considerado um dos maiores poetas de língua portuguesa tendo seu valor comparado ao de Camões. O crítico literário Harold Bloom considerou-o, ao lado de Pablo Neruda, o mais representativo poeta do século XX. Por ter vivido a maior parte de sua juventude na África do Sul, a língua inglesa também possui destaque em sua vida, com Pessoa traduzindo, escrevendo, trabalhando e estudando no idioma. Teve uma vida discreta, em que atuou no jornalismo, na publicidade, no comércio e, principalmente, na literatura, onde desdobrou-se em várias outras personalidades conhecidas como heterônimos. A figura enigmática em que se tornou movimenta grande parte dos estudos sobre sua vida e obra, além do fato de ser o maior autor da heteronímia.

Morre de problemas hepáticos aos 47 anos na mesma cidade onde nascera, tendo sua última frase sido escrita na língua inglesa: