Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Poema dum Funcionário Cansado

07.03.08, maripossa

Tão em voga actualmente,sempre a masacrar estes trabalhadores não é brincar com coisas sérias! mas mesmo sérias, não resisti a este texto ou prosa como queiram. Já este grande poeta,lhe apeteceu fazer esta prosa a um funcionário"público" não sei o porquê porque será! mas o fez e bem.

 

Poema dum Funcionário Cansado
                 
 
A noite trocou-me os sonhos e as mãos 
dispersou-me os amigos 
tenho o coração confundido e a rua é estreita 
estreita em cada passo 
as casas engolem-nos 
sumimo-nos
estou num quarto só num quarto só 
com os sonhos trocados 
com toda a vida às avessas a arder num quarto só 
Sou um funcionário apagado 
um funcionário triste 
a minha alma não acompanha a minha mão 
Débito e Crédito Débito e Crédito 
a minha alma não dança com os números 
tento escondê-la envergonhado
o chefe apanhou-me com o olho lírico na gaiola do quintal em frente
e debitou-me na minha conta de empregado
Sou um funcionário cansado dum dia exemplar
Por que não me sinto orgulhoso de ter cumprido o meu dever?
Por que me sinto irremediavelmente perdido no meu cansaço
Soletro velhas palavras generosas
Flor rapariga amigo menino 
irmão beijo namorada 
mãe estrela música
São as palavras cruzadas do meu sonho 
palavras soterradas na prisão da minha vida 
isto todas as noites do mundo numa só noite comprida 
num quarto só.

 

António Ramos Rosa

 


 

OCEANOS

06.03.08, maripossa
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5174688483533928274" />
Pesca industrial

Navios gigantescos, usando modernos equipamentos, podem localizar com exatidão cardumes de peixes. Essas frotas industriais superaram os limites ecológicos do oceano. Conforme os peixes grandes vão desaparecendo, peixes menores tornam-se alvos, e assim sucessivamente. (O doutor Daniel Pauly, um canadense especialista em pesca, adverte que, se essa escala continuar como está, nossos filhos comerão águas-vivas).


Resumindo: mais e mais pessoas estão competindo por menos e menos peixes e piorando a crise nos oceanos já existente.



Captura Acidental (Bycatch)

Práticas modernas de pesca são incrivelmente devastadoras. Todos os anos, redes de pesca matam até 300 mil baleias e golfinhos em todos em todo o mundo. O enredamento é uma das maiores ameaças para muitas espécies. Além disso, algumas práticas de pesca destroem o habitat e seus habitantes. O arrastão no fundo do mar, por exemplo, acaba com antigas florestas de corais inteiras e outros ecossistemas delicados. Em algumas áreas, tal prática é equivalente a arar a terra várias vezes ao ano.


Fonte Greenpeace.

O Poeta Beija Tudo

05.03.08, maripossa


O poeta beija tudo, graças a Deus... E aprende com as coisas a sua lição de sinceridade...

E diz assim: "É preciso saber olhar..."

E pode ser, em qualquer idade, ingénuo como as crianças, entusiasta como os adolescentes e profundo como os homens feitos...

E levanta uma pedra escura e áspera para mostrar uma flor que está por detrás...

E perde tempo (ganha tempo...) a namorar uma ovelha...

E comove-se com coisas de nada: um pássaro que canta, uma mulher bonita que passou, uma menina que lhe sorriu, um pai que olhou desvanecido para o filho pequenino, um bocadinho de sol depois de um dia chuvoso...

E acha que tudo é importante...

E pega no braço dos homens que estavam tristes e vai passear com eles para o jardim...

E reparou que os homens estavam tristes...

E escreveu uns versos que começam desta maneira: "O segredo é amar..."

(Sebastião da Gama)


 

A Verdadeira Liberdade

03.03.08, maripossa

A liberdade é o mais lindo presente que Deus deu ao homem,
o que lhe custou mais caro: a morte de seu filho.
Por amor e para o amor, Deus quer o homem autenticamente livre.
A maioria dos homens pensa ser livre quando pode dizer:
"Eu faço o que quero", isto é:
"Não tenho algemas nas mãos, nenhuma coação física me tolhe, posso satisfazer todos os meus instintos,
nada nem ninguém me segura.
Essa é a liberdade do animal selvagem, mas não a do homem,
ainda menos a do Filho de Deus.
Mesmo se você estiver estendido sobre uma cama
completamente paralisado.
Mesmo se você for prisioneiro, no fundo de uma
cela de condenado à morte, se você quiser,
pode continuar livre, porque sua liberdade de homem
não se situa no nível de seu corpo, mas no do seu espírito.
Se você quiser ser livre, é preciso que lute contra si mesmo,
é preciso que você conquiste a "sua" liberdade.
A verdadeira liberdade é a possibilidade que você tem,
uma vez desapegado de tudo e senhor de si mesmo,
de escolher e seguir sempre o caminho do BEM"

 

(M. Quoist) 

 


 


Sinais de Fogo

02.03.08, maripossa
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5173241901454133682" />

Sinais de fogo, os homens se despedem.
exaustos e tranquilos, destas cinzas frias.
E o vento que essas cinzas nos dispersa
não é de nós, mas é quem reacende
outros sinais ardendo na distância
um breve instante, gestos e palavras.
ansiosas brasas que se apagam logo.



Jorge de Sena


Rabiscado por Agulheta

Pág. 4/4