Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Lembranças

04.04.08, maripossa
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5185452332594742978" />
Um dia pensei que gostaria de ser Bombeiro(a) e não é que em certa altura o fiz, lá foi eu dar o nome e tentar fazer com cursos e formações aquilo que eu adorava, levou algum tempo e com bastante sacrifício e boa vontade aqui estou nesta luta a vinte e tal anos, foram horas sem comer dormir, frio muito chuva nos ossos e em certas alturas um pouco de desilusão das pessoas, mas como eu não sou de virar a cara a luta, bati o pé pela igualdade de circunstancia e oportunidades e não é que foi, profissional dos mesmos, durante algum tempo.
Nem sempre as coisas são o que são e a nosso favor, até um dia entrar um comandante, prepotente mal-educado apesar de ser formado, mas que não sabia comandar homens (as) e como tal tratava tudo a direito, mas eu fiquei pé firme, a ditadura tinha acabado e então eu seria um alvo abater, tentou mas não conseguiu, tinha de fazer avaliação, mas ele é que precisava de ser avaliado, que me perdoem os “professores”ele o era professor; pois não vamos medir tudo por igual, pela forma como querem, mas ele era mau! Muito mau.
Nada lhe valeu! A razão foi mais forte, e mandado embora pela porta do cavalo, “trás”
Tirando esta passagem, tudo gostei e gosto, ajudo em tudo que seja necessário, e não é por acaso que logo passados quatro meses eu e um colega retiramos do rio, dois feridos depois da queda de uma viatura ao rio, adorei ter conseguido trazer para a margem estes homens, conseguir retirar as garras da morte estes dois seres, é disto que guardo boas lembranças, e digo vale sempre a pena lutar, mas com justiça, pelos velhos as crianças e desprotegidos

Rabiscado por Agulheta

Certo Dia

04.04.08, maripossa
Um certo dia e numa cidade bonita banhada de mar, nasceu uma maripossa de um belo casulo,mas que não sou eu,isso é noutro dia,pois falo só desta borboleta espaço de amizade, onde suas asas eram fortes como os ramos, bonita e de grande brilho no olhar e ternura no coração.
Maripossa era o nome, pois como borboleta amava a liberdade, onde certo dia, alguém a rouba das suas flores e jardins, faz com que voe com ela para outra terra distante do mar, mas de muita beleza e prados verdes, flores e jardins lindos, belos montes e serras de perder de olhos.
A maripossa , morreu um pouco da diferença, mas aos poucos se levantou da tristesa , volta a brilhar seus olhos e suas assas voando, junto com seu amor; aí maripossa o amor! Que sempre vence, vieram novas borboletas e outros desafios sempre alertas, deu conta do recado, pois ela ainda era nova nestas andanças, ora para aqui ora para ali voando e não olhando para trás, lutou venceu fez amigos bons.
A maripossa hoje está feliz pelo seu reinado, para que o mesmo continue este espaço ela continua a voar em paz e amizade, com todos juntos como se fosse uma família de lindas maripossas, logo que chega ao seu casulo aqui vem a maripossa ver, como andam as suas borboletas amigas que são o seu encanto, uma palavra aqui outra ali, fala com as assas e coração, sempre atenta a quem precisa de auxilio esta é a vida da maripossa
Para quem quizer pode levar a foto como recordação de amizade