Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Simone de Beauvoir

14.04.08, maripossa
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5189192366482807218" />
Simone Lucie-Ernestine-Marie Bertrand de Beauvoir, melhor conhecida como Simone de Beauvoir (Paris, 9 de Janeiro de 1908 — Paris, 14 de Abril de 1986), foi uma escritora, filosofa existencialista e feminista francesa. Ela escrevia romances, monografias sobre filosofia, política, sociedade, ensaios, biografias e escreveu uma autobiografia..
A mais velha de duas filhas de Georges de Beauvoir, um advogado, e Françoise Brasseur, Simone mais tarde optou por se livrar de suas origens burguesas. Sua primeira moradia em Paris foi no boulevar Raspail. Filha exemplar e aluna brilhante no Curso Désir, teve uma infância tranquila e marcada pela dedicação aos estudos.

Na escola, estava sempre em primeiro lugar, junto com a amiga Elizabeth Mabille ("Zaza"), com quem teve uma relação de muitos anos que foi abruptamente rompida com a morte precoce de Zaza. Simone narrou esse episódio de sua vida, posteriormente, em seu primeiro livro autobiográfico, Memórias de Uma Moça bem-comportada, em que critica os valores burgueses.

Conheceu Jean-Paul Sartre na Sorbonne, no ano de 1929, e logo uniu-se estreitamente ao filósofo e a seu círculo, criando entre eles uma relação polémica (foi uma relação "aberta", pois o casal tinha experiências amorosas com terceiros) e fecunda, que lhes permitiu compatibilizar suas liberdades individuais com sua vida em conjunto.

Foi professora de filosofia até 1943 em escolas de diferentes localidades francesas, como Ruão e Marselha.

As suas obras oferecem uma visão sumamente reveladora de sua vida e de seu tempo.

Em seu primeiro romance, A convidada (1943), explorou os dilemas existencialistas da liberdade, da acção e da responsabilidade individual, temas que abordou igualmente em romances posteriores como O sangue dos outros (1944) e Os mandarins (1954), obra pela qual recebeu o Prémio Goncourt e que é considerada a sua obra-prima.

As teses existencialistas, segundo as quais cada pessoa é responsável por si própria, introduzem-se também em uma série de quatro obras autobiográficas, além de Memórias de uma moça bem-comportada (1958), destacam-se A força das coisas (1963) e Tudo dito e feito (1972).

Entre seus ensaios críticos cabe destacar O Segundo Sexo (1949), uma profunda análise sobre o papel das mulheres na sociedade; A velhice (1970), sobre o processo de envelhecimento, onde teceu críticas apaixonadas sobre a atitude da sociedade para com os anciãos; e A cerimonia do adeus (1981), onde evocou a figura de seu companheiro de tantos anos, Sartre.

Fonte Wikipédia

Rabiscado por Agulheta

Para Uma Amiga Neste Dia

14.04.08, maripossa

Amiga. Pois como sabes eu sou uma pessoa frontal, o que penso digo logo, sou de extremos ou gosto ou não gosto, como muitas vezes falamos, sabes como sou em muitas coisas.

tu foste a pessoa que entrou de mansinho" na minha casa, ou seja virtual nos fomos conhecendo, passados estes tempos, nos conhecemos pessoalmente,foi muito bonito e adorei,continuamos a falar de muitas coisas e gostos, em algumas coisas os temos parecidos,eles são as artes. Música poesia, cinema e leitura, como vês temos algo em comum, tu tens dois filhos, eu igual tens um casamento instável eu igual, só me passas a perna em uma coisa! tens mais netos que eu,eheheh , eu dei para Bombeira e tu não,tens menos saúde que eu,mas tens de ter paciência,a vida nem sempre corre como gostamos, sei que gostas de ajudar eu igual, não posso ver pobreza, tu idem , vamos ficar por aqui senão descubro os podres,ehehehe é a brincar sabes disso.

Agora neste dia eu ficaria muito feliz se!!! tivesses saúde mais compreensão pelos que te tratam, por muitas vezes seres mal compreendida, que fosses sobretudo feliz, a tua maneira.

sei que nesta altura não estarás para festas, mas neste dia a tua amiga te deseja a maior felicidade do mundo,como se deve oferecer lindas flores por dia de anos eu te ofereco uma Rosa Amarela de amizade,a tua amiga LISA

para os que não sabem maripossa