Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

As Pessoas Crescidas não Sabem Voar

16.10.08, maripossa

À noite, a solidão é um bocado difícil, claro que posso ler, organizar a colecção de borboletas, mas não é a mesma coisa, sem asas nada me leva até ti. Eu que não sei voar.

Agora que já és crescida, descobre que antes de partir, talvez ainda não seja tarde para começares a regressar. Talvez recordes a tua respiração enquanto dormes e sempre que voas.

Ainda sou capaz de te olhar como se contemplasses o mar. E por isso as tuas mãos vestem as minhas e fazem-nas voara de sonho em sonho.

Desperta e tudo se iluminará num sorriso teu, no sorriso de quem aprendeu a voar.

 

Ângela Mendes Ferreira

 

 

Uma Voz na Pedra

16.10.08, maripossa



Não sei se respondo ou se pergunto.
Sou uma voz que nasceu na penumbra do vazio.

Estou um pouco ébria e estou crescendo numa pedra.
Não tenho a sabedoria do mel ou a do vinho.
De súbito, ergo-me como uma torre de sombra fulgurante.
A minha tristeza é a da sede e a da chama.
Com esta pequena centelha quero incendiar o silêncio.
O que eu amo não sei. Amo. Amo em total abandono.
Sinto a minha boca dentro das árvores e de uma oculta nascente.
Indecisa e ardente, algo ainda não é flor em mim.
Não estou perdida, estou entre o vento e o olvido.
Quero conhecer a minha nudez e ser o azul da presença.
Não sou a destruição cega nem a esperança impossível.
Sou alguém que espera ser aberto por uma palavra.

António Ramos Rosa