Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Como um Grande Borrão de Fogo Sujo

08.04.09, maripossa
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5322410694944908930" />

Como um grande borrão de fogo sujo
O sol posto demora-se nas nuvens que ficam.
Vem um silvo vago de longe na tarde muito calma.
Deve ser dum comboio longínquo.
Neste momento vem-me uma vaga saudade
E um vago desejo plácido
Que aparece e desaparece.
Também às vezes, à flor dos ribeiros,
Formam-se bolhas na água
Que nascem e se desmancham
E não têm sentido nenhum
Salvo serem bolhas de água
Que nascem e se desmancham.

Alberto Caeiro

As flores da passagem!

08.04.09, maripossa

Hoje pela manhã sai como na forma do costume, mas hoje foi a pé e quase que dei volta à cidade.Os meus olhos se encanto pela beleza natural, pois deixei de perder muito tempo por coisas supérfluas que nos metem nos olhos, mesmo sem a gente querer.meto a pequena máquina digital no saco e captei algumas imagens, uma dos quais o rio que passa numa zona que atravessa a variante, que nos leva aos hipermercados. A algum tempo tinha passado por lá e reparei que as águas eram de várias cores, porque alguém suja o rio e não obrigam a tratar dele, pois no mesmo era grande a criação de truta que regalava os olhos de qualquer pescador, hoje tudo passou porque alguns se dão a destruir aquilo que é de todos nós.Hoje o vi limpo e cristalino e suas águas a correr normalmente. Quem o fez todos agradecemos este gesto pelo bem da vida e do planeta.

 

Lisa