Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Eu sou Assim... e Tu

10.02.08, maripossa

Desafio de uma querida amiga…que muito gosto, a Carminda http://forum-cidadania.blogspot.com/ e da Maria http://ocheirodailha.blogspot.com/


Será um pouco para falar de mim, pois como para falar de nós só os outros o poderão dizer, mas vou tentar descrever como é e sou.

1º Nasci na Maternidade de Júlio Dinis na cidade do Porto, onde cresci e morei na zona de Arca de Agua, adoro a minha cidade mas não moro lá pois casei e vim para Fafe terra minhota bonita e hospitaleira,gosto de vestir prática,jeanes de preferência e t-shirt

2º Sou amiga do meu amigo, não suportando traição de gente sem escrúpulos, gosto das pessoas transparentes e francas, simples e sinceras. Não gosto de pessoas pela frente umas, nas costas outras, como boa Sagitário que sou, signo fogo, quando me zango vai tudo a frente, para quando o fogo acalmar o coração, dá tudo partilha e ajuda

3º Sou a filha mais velha, de quatro irmãos onde sempre ajudei a minha mãe, que era muito doente, vi minha mãe sofrer numa altura, em que tinha sete anos e vi entrar pela porta dentro a PIDE) para levar preso o meu pai, jurei para mim mesmo, que jamais alguém deitaria o jugo em cima de mim, pois o País que eu idealizei para este povo! O meu, não seria este que nos destinaram, o pobre cada vez é mais pobre

4º Sou uma aficionada pela dança, pratico danças de salão social e não de competição, gosto de ler escrever as palavras, que muitas vezes ficam na garganta e pensamento, ver um bom filme que me toque o coração, gosto de pesca desportiva onde pratico junto com o marido sempre que dá, tudo que pescamos oferecemos a quem quer, e gosta

5º Sou bombeira voluntária há 25 anos, tendo boas e más recordações, de ver gente sofrida, com muita dor, destruição pelo fogo, onde as palavras ficam entaladas na garganta para fugir para um canto na altura e chorar muito, vi colegas a partir e lutar por uma boa causa, onde muitos tudo fazem para destruir aos poucos

6º A família é meu regresso sempre acolhedor, em todas as horas eles estão e tiveram comigo, onde me aninho em seu regaço, a minha grande paixão o marido e filhos. Nas lides de casa não gosto de limpar o pó, os vidros mas tenho de fazer, gosto de cozinhar e dizem os meus e amigos que gostam dos cozinhados

7º Ajudar sempre enquanto eu poder, pois sempre que a sirene toca seja a que horas for lá vai esta mulher a correr, pelas escadas abaixo e entra no quartel a cem a hora esta a minha vida, adoro ser bombeira por paixão e coração.
Assim sou eu, sempre a teimar e nunca desistir

Agora para estes amigos passo a palavra
Papoila
Salomé
Chicahilheu
Cindamoledo
simplesmentemanuela
Amigonas
Fernanda

1 comentário

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.