Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Dia de Festa

23.04.07, maripossa

Hoje ou seja ontem!..foi o nosso aniversário e como tal tudo correu pelo melhor,tive um pequeno acidente..mas passou felismente poderia ser pior.

Pelas sete horas da manhã foi o toque de clarim ou seja alvorada,depois se seguiram as romagens ãos cimitérios de três freguesias para homenagem aos colegas que já não estão junto de nós,chegada ão quartel para a missa campal,de seguida a imposição de medalhas,e bênção de uma viatura oferecida por uma impressa de Fafe,um nosso benemérito que é imigrante em França,e que muito tem dado ãos Bombeiros,pois na Cidade onde mora tem arrajado viaturas para restaurar,e o ano passado ofereceu uma ambulância nova em conjunto com mais imigrantes fafenses,este Ano este homen de bom coração ofereçeu vinte fatos "Nomex"que tanta falta fazem e que são muito caros,pois se não for os cidadãos todos os Governos não dão nada,ou se o fazem será pouco para o trabalho voluntário que é prestado a sociedade,coisa que deveria ser pago e a preço de ouro pois este serviço serão poucos os que o querem fazer,mas ãos que o fazem por Amor e amizade pelas populações o meu abraço fraterno.

Depois veio o almoço e os discursos,todos eles de grande significado para todos nós,pois temos um comando finalmente a nossa altura,de valor e que sabe,muitos bombeiros novos e as idades da corporação vai a pouco mais dos sesenta anos.

Realmente o que mais mexeu com todos nós os mais velhos,e mesmo os mais novos foi a presença de um comandante,que já não está no Activo mas que foi condecorado pela LIGA DOS BOMBEIROS PORTUGUÊSES,com craxá de ouro e um louvor,por algo que ele fez, mas que fez questão de nunca se saber pois as coisas que fazemos por os outros devem ficar nas nossas lembranças,mas o destino o fez saber agora passados alguns anos da saída do mesmo.

Num lugar do conselho,isto tem aproximadamente trinta anos ele entrar com a casa em chamas,e ter um colega um chefe agulheta de o proteger,entar dentro da casa e tirar uma criança as chamas traiçoeiras,e entregara sua mãe a criança viva e ela se ajoelhar perante ele para agradeçer,perante isto contado ficamos a olhar para aquele homen,de lágrimas nos olhos e ele abraçar o colega que o protegeu das chamas,e certamente Deus o ajudou nessa tarefa.

Comandante NELSON FAFE"Obrigado de letra grande por tudo que me ensinou,para o Chefe 23 Laranjeira"pela coragem e abegnação e espiríto de um voluntário a sério,pois estes factos que se cruzam em frente dos nossos olhos,são estes mesmos que nos dão a coragem de enfrentar o perigo

Maria Elisa