Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Entrada de Outono

21.09.09, maripossa

Ai está o Outono, leve e brincalhão com o sol brilhando pela manhã, a erva ainda se encontra verde, e folhas com cores de verão, não me deixam o coração dolente. Nos passeios ainda circulam, jovens e alguns menos jovens, a hora de ficar em casa ainda não chegou. O alvoroço ainda se encontra nas ruas durante o dia, talvez só a partir da hora do jantar, o silêncio dê conta da chegada. Pela manhã já sinto o orvalho nas plantas e folhas. Por aqui ainda vejo vindimadores a berrar alto porque o cesto está cheio para lançar no lagar, ao fim de tarde sinto o cheiro do vinho doce que fermenta no lagar, este é um sinal de Outono. Por isso meu amigo que entraste agora te desejo o tempo certo, e vou tentar pintar os sentimentos com as cores que me dás nesta entrada de estação.

Lisa

2 comentários

  • Imagem de perfil

    maripossa

    23.09.09

    Amigo Rui. Adorei a forma poética e plena, do sentir a serra, o suor do rosto, e a cor rubi do vinho colhido que corre pelas gargantas, dos pobre e dos poetas, mesmo que a serra seja o oásis sempre haverá alguém como nós que lhe dá valor.
    Beijinho e até Domingo, fica bem desejo.
    Lisa
  • Comentar:

    Mais

    Comentar via SAPO Blogs

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.