Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

A Minha Casa

03.01.10, maripossa

A nossa casa é como um pequeno ninho onde me acolho, e onde o corpo se refugia em mistério e amor.Ela tem o quê do silêncio que em mim habita nas horas, assim é a minha casa.
É onde mora as saudades, as lembranças os afectos, tristezas e alegrias.
A minha casa é como os troncos da velha ávore,onde debaixo dela me deito em noites de verão. Mas feita em quatro paredes é a minha casa ela é em noites frias como um floco de neve e quando olho pela janela é como meu ser.Em dias de inverno tem esconderijos, sentimentos nela contidos como o suor do rosto, e das horas de paixão quem em muitos momentos contive e vivi.
A nossa casa é o refugio do momento, onde olhar se fundo sempre que nela entramos.
É onde sentimos  os sons da alegria, correria, quando se juntam as emoções e as virtudes, e onde caminho lado a lado quando encontro o meu ser, e sinto o seu amor.

 

 Lisa

 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.