Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Asa

11.06.07, maripossa

Se um moroso fulgor

De dunas acordasse

A página tardia, do olhar?

 

Não há catedrais

Não há açoteias

Uvas e laranjas

Alem do gesto

 

Ou é dentro de nós que a morte

Emudece ardem os rios

A terra de novo principia?

 

E se súbito rumor

De sandálias

Viesse

Tocar o ombro desolado

Em sal dizer

As alegorias do vento?

 

José Manuel Mendes

2 comentários

Comentar post