Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Dia dos Avós

26.07.07, maripossa

Hoje dia dos avós, como o sou resolvi esta tarde ser de brincadeira, para a neta, fomos para o campo e monte lhe mostrar, como é bonito a natureza toda a sua beleza e seu encanto,fartou-se de brincar, ir para o meio do milho, tirar espigas embora ainda estejam pequenas, colher flores, dar milho as galinhas, aquelas coisas que meninos da cidade, não vê todos os dias ir a uma nascente de água, onde existe um tanque para levar, mas que lhe chamam, poça a menina estava encantada.

Chegada a hora do regresso, não queria dizia que devia ser bonito ficar ali a dormir, para ver a noite na serra, agora na hora de jantar foi só comer banho e cama, parece um anjo.

Mas hoje com a neta, me fez recuar no tempo e lembrar da minha avó, de ela me fazer os doces , as vontades pois os avós, fazem sempre a vontade a seus netos se calhar estragamos, mas não!.. que grande felicidade a deles em ter avós e familiares, pois outros meninos em partes distantes ,sofrem a escravidão de gente sem escrúpulos e humanidade a violência a fome a violação.

 Neste dia este pequeno poema, a minha avó e a todas as avós que tem os seus netos pequeninos, mas que lhe tem um amor muito grade.

 

 

 

Como era boa a casa da avó

Não tinha elevador, mas tinha amor.

Em casa dos meus avós, tinha uma figueira

Onde em cima dela, era a brincadeira.

Não tinha telémovel,nem automóvel .

Mas tinha, o carinho e amor da avó.

 

 

maripossa

Comentar:

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.