Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Mais Um Dia

21.10.07, maripossa

O dia raiava já se pede licença ao corpo, para atenuar o desgaste da condição humana, mas que fazer em prol  das mentalidades, se elas continuam tacanhas e tristes! Se pede aos santos ajuda e paz, hora sobe monte e cai, hora vem a sede mas os olhos ao clarear do dia, começam a piscar já não se aguenta as pernas, pois uns escorregam, outros dizem mal da vida chamam nomes….quem me manda andar aqui, chegada finalmente a hora de abalar! em que chega, alguém e diz temos de ir para outro lado, precisam de nós? Estrebucha-se, se diz tantos nomes feios, mas depois lá está mais uma missão a nossa espera! Aí está novamente a equipa feliz e contente, passam as horas já foi a ração da madrugada, o pequeno-almoço, o almoço esse chegou finalmente a meio da tarde? É neste batalhar, de teimar cair e levantar que lutamos, nos dá raiva olhar ele pela frente, dizer vou acabar contigo… FOGO!

maripossa

Era assim!!!! Lindo era o verde desta serra,e agora?

Resta isto!!!! Vamos pensar todos

10 comentários

Comentar post