Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

O Tempo

09.12.07, maripossa

Vamos unir o abraço e pensar, em sair por aí, pôr uma pedra no tempo, sentir o frio no rosto da noite gelada, sentir como é a madrugada! do pobre e faminto. Vamos por aí, ao Deus dará, ver a beleza da lua as estrelas, ver o mar! no seu esplendor , vamos amigo unir um abraço, daqueles bem forte como se fosse o último, mas sentir a falta da estima, que alguns sentem...caminhar de mão dada pela manhã ver as crianças correr, no seu belo despertar, sentir o cheiro das flores o perfume das árvores, porque não ver as suas folhas cair neste, e noutros Outonos
Porque não vamos de mão dada, roubar um pouco de terra, que nos dá o pão, daquela que o lavrador com suor plantou, deu trigo e canseira, entrar na profundidade e ver a solidariedade das formigas, que juntam no verão para comer no Inverno; mas vamos por aí, unidos e tentar assaltar os nossos corações,com o zelo guardado,entregar o mesmo á esperança,deixar os lucros de lado,espalhar no caminho...alegria e verdade,pois veremos os povos sorrirem,ver mãos dadas de união e fraternidade. Pois meus amigos,neste e noutros Natais vamos todos unidos ser uma familia de abraços,juntas a mesma mesa daquele bem grande ceia que poderemos chamar um belo e FELIZ NATAL

Em dias de inspiração Lisa

 


12 comentários

Comentar post