Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Certo Dia

04.04.08, maripossa
Um certo dia e numa cidade bonita banhada de mar, nasceu uma maripossa de um belo casulo,mas que não sou eu,isso é noutro dia,pois falo só desta borboleta espaço de amizade, onde suas asas eram fortes como os ramos, bonita e de grande brilho no olhar e ternura no coração.
Maripossa era o nome, pois como borboleta amava a liberdade, onde certo dia, alguém a rouba das suas flores e jardins, faz com que voe com ela para outra terra distante do mar, mas de muita beleza e prados verdes, flores e jardins lindos, belos montes e serras de perder de olhos.
A maripossa , morreu um pouco da diferença, mas aos poucos se levantou da tristesa , volta a brilhar seus olhos e suas assas voando, junto com seu amor; aí maripossa o amor! Que sempre vence, vieram novas borboletas e outros desafios sempre alertas, deu conta do recado, pois ela ainda era nova nestas andanças, ora para aqui ora para ali voando e não olhando para trás, lutou venceu fez amigos bons.
A maripossa hoje está feliz pelo seu reinado, para que o mesmo continue este espaço ela continua a voar em paz e amizade, com todos juntos como se fosse uma família de lindas maripossas, logo que chega ao seu casulo aqui vem a maripossa ver, como andam as suas borboletas amigas que são o seu encanto, uma palavra aqui outra ali, fala com as assas e coração, sempre atenta a quem precisa de auxilio esta é a vida da maripossa
Para quem quizer pode levar a foto como recordação de amizade

1 comentário

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.