Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Airoso

02.06.08, maripossa

Apesar do céu de chumbo, não há razão para não abrir as pálpebras, abandonar o calor uterino da palha, acender o lume e prepara a casa para os dias de sol, que não podem tardar.Os Cíclades há muito estão em flor, embora ninguém tenha ainda ouvido cantar o cuco. Quando demoro os olhos naquelas pétalas, prestes a voar, penso que mereciam ser postas num poema. Mas a poesia é o inferno, e bem sabemos como são estreitas as suas portas. Hoje dará abrigo a um adolescente que a chuva trouxe, de crina fulva e olhos de animal de outra estrela, onde em surdina canta o deserto. Com ele, finalmente, o sol faz a sua aparição

 

Vertentes do olhar(Eugénio de Andrade)

 

 

 

12 comentários

Comentar post