Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

S. João

23.06.08, maripossa

 

Nesta noite me lembra muitas coisas, amizade as amigas as familiares a terra

distante.

Quando se é tripeira como eu a noite de S. João, jamais é esquecida, os bailaricos de bairro o servir do café durante a noite, para o sono não chegar, os arraiais nocturnos nos bairros da Cidade, depois ir com amigos para a noite, o cheiro da erva cidreira o manjerico, toda a azáfama da festa, a largada dos balões no Palácio de Cristal.

Depois de andar toda a noite nestas andanças, chegar a padaria mais perto e sentir o cheiro do pão quente para matar a fome da noite, se ainda as pernas dessem para isso toca a ir a Foz dar o banho, nas águas da praia, bem ali a espera daquela juventude, que sempre teve a força para permanecer fiel. Chegada a casa toca a dar um belo banho, para depois de seguida preparar o belo repasto do carneiro assado.

Pois como por aqui onde moro, não há estes costumes, espero para os amigos do Porto e não só uma bela noite de S. João, vejam se não se cansam muito, mas alegria sempre a vida são dois dias.

 

Na noite de S. João

Ela toda é folia

Depois da noite passar.

Já se vive em nostalgia

 

Lisa

 

12 comentários

Comentar post