Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Mulher...um dia só? Todos

08.03.10, maripossa
E porque hoje é um dia especial, dizem! Para mim todos os são, desde que as liberdades e muitas outras coisas, que nós mulheres merecemos e temos direito.O dia da mulher não pode ser dia, sem ter o homem que nos acompanha pela vida fora. Aquele que partilha emoções, amor e carinho, e outros temperos que são essenciais na vida. Por tal motivo tem de haver respeito, compreensão e sentir que nem em tudo existe a razão só para nós. Quero acima de tudo deixar, este dia para as (...)

Uma Rosa para ti Mulher

08.03.09, maripossa
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5310221495490323090" /> Tu amiga que és mãe! Mulher amiga, amante presente ou ausente, a que se preocupa nas horas nas noites nos dias! Mas sempre mulher, a que lavra e trabalha no campo, a que sofre a violência de alguém que não a ama! Mas sempre mulher, a que solta uma lágrima por seu amor! Mas sempre mulher,a da guerra que mata seus filhos...mas serás sempre mulher! Por tudo grita alto, e mostra ao mundo que és mulher aqui e agora,que para além de tudo (...)

Mulher

08.03.08, maripossa
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5175187125163889730" /> Esta flor podia beijar teus lábios,mas muitas vezes deixa espinhos,de dor solidão incompreensão,mas em todas as horas tens amor para dar,ao filho e companheiro cansada mas sempre de sorriso nos lábios para ti e para todas nós fica uma rosa de amor Mulher

Dia da mulher! Não será Sempre

08.03.08, maripossa
Mulher!!! Hoje é o teu dia, mas poderia ser mais um, ou todos porque não. Tu que és mãe a tempo inteiro, te doas sem medo embalas, e olhas os filhos, com todo o cuidado e amor... És tu Mulher, a que sofre as injustiças de alguém que te maltrata, a indiferença a solidão, és tu Mulher a força o carisma a união. Quando no trabalho és forçada pelo patrão sem sensibilidade para os teus dramas, trabalhas lutas, sofres em silêncio, do companheiro que não dà carinho, és vítima (...)