Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

24
Dez07

Natal

maripossa

Hoje é dia de Natal.
O jornal  fala dos pobres
em letras grandes e pretas,
traz versos e historietas
e desenhos bonitinhos,
e traz retratos também
dos bodos, bodos e bodos,
em casa de gente bem.
Hoje é dia de Natal
- Mas quando será de todos?

Sidónio Muralha

23
Dez07

FALAR DE UM BOM NATAL

maripossa

Falar de Natal. Pois não tem segredos! poderá ter só simplesmente, carinho amor solidariedade, amizade entre pessoas,partilha.
Porque será que só nesta época se lembram dos pobres, das crianças dos velhinhos? Pois durante as outras alturas, ninguém fala neles, estão atirados ao Deus dará, pergunto porquê?
Cada vez vejo mais ganância , mais inveja! pois quero olhar e ver mais humanidade, entre as pessoas, os políticos verem que os cidadãos são gente que sofre, o desemprego a desigualdade social, eles tem direito a olhar pelo cidadão que outrora já deram a sociedade, hoje estão velhos; se lhe dá uma reles reforma que nem chega para comer,enquanto eles tem o bolso cheio,pois isto não é Natal. Tenho fé que algum dia algo mudara e os homens pensem que não podem fazer isto.
Como é Natal e será um pouco a minha mensagem de amor pelos outros,que gostaria de ver, corações abertos a estas causas: Desculpem este pequeno desabafo.
Bom Natal com amizade e muita Paz e amor no coração, para quem visita este blog,consiga ser fiel aos seus principios de ser humano e festejar um belo Natal com saúde e com os seus,e pensar que um dia um menino em Belém! nasceu,para bem da humanidade.


Maripossa

21
Dez07

Árvore de Natal

maripossa
id="BLOGGER_PHOTO_ID_5146576855435768066" />
Hoje armei a mais bonita árvore de natal! A ela posso chamar da esperança, da fraternidade, partilha união, ou simplesmente da amizade.
Em cada ramo, pode representar um presente!!! Natureza verde das florestas, muitos ramos iguais ou parecidos, deixei o suor do rosto em tempo de calor, da mesma que deu trabalho para a proteger, nos deu sombra de abrigo; e cheiro a pinheiro bravo, por tudo isto o pinheiro que aqui coloco pode ter todas estas facetas de esperança e amizade.
Como podem reparar no topo, está o meu querido amigo, Filipe da Praia da Claridade, depois vem a Chica ilhéu, a Collybry e todos os outros que vieram a este canto e eu ao deles, os que poderei não citar não porque queira apartar nada disso, por vezes não lembra ou então porque o pinheiro será pequeno para este espaço? Não terei sítio para o fazer as minhas desculpas, a todos os que visitam ou não. Pois a todos que o Natal, seja a época da família em paz e amor, que possamos dar um pouco a quem não o tem, mesmo que para nós esteja a ser pouco, pois repartido chega para todos, nos vamos lembrar do verdadeiro espírito de Natal.
Quem vá viajar que o faça em segurança, olhem para o vosso lado? Pois está lá a família, atenção a bebida ao estado da estrada, se perder um minuto, tenha calma, pois a vida não tem preço vale tudo
Esta árvore, que aqui vou colocar pode levar de recordação e coloca-la, com amizade, para que o espírito de natal fortaleça a amizade
Sejam felizes e bom Natal 2007 Lisa

Rabiscado por Agulheta
21
Dez07

A Mais Bela Árvore de Natal

maripossa
 

Hoje armei a mais bonita árvore de natal! A ela posso chamar da esperança, da fraternidade, partilha união, ou simplesmente da amizade.

Em cada ramo, pode representar um presente!!! Natureza verde das florestas, muitos ramos iguais ou parecidos, deixei o suor do rosto em tempo de calor, da mesma que deu trabalho para a proteger, nos deu sombra de abrigo; e cheiro a pinheiro bravo, por tudo isto o pinheiro que aqui coloco pode ter todas estas facetas de esperança e amizade.

Como podem reparar no topo, está o meu querido amigo, Filipe da Praia da Claridade, depois vem a Chica ilhéu, a collybry e todos os outros que vieram a este canto e eu ao deles, os que poderei não citar não porque queira apartar nada disso, por vezes não lembra ou então porque o pinheiro será pequeno para este espaço? Não terei sítio para o fazer as minhas desculpas, a todos os que visitam ou não. Pois a todos que o Natal, seja a época da família em paz e amor, que possamos dar um pouco a quem não o tem, mesmo que para nós esteja a ser pouco, pois repartido chega para todos, nos vamos lembrar do verdadeiro espírito de Natal.

Quem vá viajar que o faça em segurança, olhem para o vosso lado? Pois está lá a família, atenção a bebida ao estado da estrada, se perder um minuto, tenha calma, pois a vida não tem preço vale tudo

Esta árvore, que aqui vou colocar pode levar de recordação e coloca-la, com amizade, para que o espírito de natal fortaleça a amizade

Sejam felizes e bom Natal 2007       Lisa/ maripossa

20
Dez07

Natal é Amor

maripossa

Natal - Orkut Recados

Natal é amor e Paz no coração,dar olhar pelas crianças,pelos necessitados pelos velhos dar um pouco daquilo que tudos nós teriamos direito!!! Uma vida melhor sem sofrimento

 

maripossa

18
Dez07

Missa do Galo

maripossa

O Natal, segundo das leis canónicas (leis ditadas pela Igreja), deve ser composto por 4 missas: a vigília nocturna, a da meia-noite, a da aurora e por fim a da manhã.
Contudo, em termos práticos, não se conseguem celebrar as 4 vigílias, sendo normalmente dispensada a da noite e a da aurora. Assim, a primeira missa celebrada no Natal é a da meia-noite.
A missa celebrada à meia-noite, na passagem do dia 24 para o dia 25 de Dezembro, denomina-se de Missa do Galo. Esta apareceu no século V, pelas mãos dos católicos romanos.
Em relação a esta missa surgem duas questões: Saber o porquê da missa ser celebrada à meia-noite. Saber a razão pela qual esta missa é chamada de missa do galo.
No que se refere à primeira questão, à razão pela qual a missa é celebrada à meia-noite, parte-se da seguinte ideia:
Já que nesta missa se celebra o nascimento de Cristo, ela deve ser celebrada à mesma hora do nascimento Deste. Ora, como se pensa que Jesus terá nascido à meia-noite, a missa deve ser celebrada à meia-noite em ponto
A segunda questão cria maior discórdia, existem várias teorias que tentam explicar qual o motivo denominação de missa do galo.
A explicação mais comum é a da lenda que conta que o galo foi o primeiro animal a presenciar o nascimento de Jesus, por isso ficou com a missão de anunciar ao mundo o nascimento de Cristo, através do seu canto.
Até ao início do século XX, a tradição ditava a meia-noite era anunciada, dentro da igreja, através do canto de um galo, real ou simulado.
No seu início, a missa do galo era uma celebração jubilosa, longe do carácter solene que existe nos dias de hoje.
Até princípios do século XX, manteve-se o costume do privilégio de serem os primeiros a adorarem o Menino Jesus estar reservado aos pastores congregados ali. Durante a adoração ao Menino, as mulheres depositavam doces caseiros e em troca recebiam pão bento ou pão do Natal. Outro costume era o de se guardar um pedaço desse pão bento como amuleto, ao qual só se podia recorrer em caso de doença grave.
Uma tradição que existia em algumas aldeias portuguesas e espanholas, era o de se levar um galo para a Missa do Galo, se este cantasse era um prenúncio de boas colheitas para esse ano
Com o advento do regime republicano e com a falta de párocos em muitas freguesias, fizeram com que a Missa do Galo começa-se a cair em
desuso.
Em França, as Missas do Galo mais famosas, como a de Nôtre Dame e a de Saint Germain dês Prés, são muito concorridas, nestas é necessário reservar lugar com bastante antecedência, até porque durante a noite de Natal, também há apresentações de belos programas de música sacra.

 

16
Dez07

Presépio

maripossa
Os primeiros presépios surgiram em Itália, no século XVI, o seu surgimento foi motivado por 2 tipos de representações da Natividade (do nascimento de Cristo): a plástica e a teatral. A primeira, a representação plástica,  situa-se no final do século IV, esta surgiu com Santa Helena, mãe do Imperador Constantino; da segunda, a teatral, os registos mais antigos que se tem conhecimento são século XIII, com Francisco de Assis, este último, na mesma representação, também contribui para a representação plástica, já que fez uma mistura de personagens reais e de imagens. Embora seja indubitável a importância destas representações da Natividade para o aparecimento dos presépios, elas não constituem verdadeiros presépios.
 
Muitos atribuem a S. Francisco de Assis a criação do primeiro presépio. Contudo, a encenação da Natividade criada por este não pode ser considerada como um presépio, de acordo com o sentido que se dá este tem nos dias de hoje. Mesmo assim, é indiscutível o grande contributo de S. Francisco para o surgimento dos presépios.
 
Tudo se passou na véspera de Natal, noite de 24 de Dezembro de 1223 (século XIII), com a realização de uma missa diferente dentro de uma gruta, onde estava representado o nascimento de Jesus.
 
Para que tudo corresse conforme o planeado, S. Francisco de Assis teve de realizar alguns preparativos.Assim, prudentemente o Santo começou por pedir uma autorização especial ao Papa Honório III para criar a encenação, isto porque, 16 anos antes, o Papa Inocêncio III proibiu a realização de dramas litúrgicos nas igrejas, pelo que era necessário pedir para que tal proibição não se aplicasse naquele caso.
 


Este seria o verdadeiro espírito de Natal



Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D