Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Maripossa

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Tudo que tem asas deve voar,por isso a borboleta selvagem o faz sem nunca olhar para onde.

Maripossa

28
Set09

Simples Homenagem...a Nós

maripossa

O dia raiava já se pede licença ao corpo, para atenuar o desgaste da condição humana, mas que fazer em prol  das mentalidades, se elas continuam tacanhas e tristes! Se pede aos santos ajuda e paz. Nesta hora se sobe monte e cai, hora vem a sede mas os olhos ao clarear do dia, começam a piscar já não se aguentam as pernas, uns escorregam, outros dizem mal da vida chamam nomes….quem me manda andar aqui. É chegada finalmente a hora de abalar!  E neste momento, alguém diz temos de ir para outro lado, precisam de nós? Estrebucha-se, se diz tantos nomes feios; mas depois lá está, mais uma missão a nossa espera! Aí está novamente a equipa feliz e contente, passam as horas já foi a ração da madrugada, o pequeno-almoço, o almoço esse chegou finalmente a meio da tarde? É neste batalhar, de teimar cair e levantar que lutamos, nos dá raiva olhar ele pela frente, dizer vou acabar contigo… FOGO!

Lisa

28
Nov08

O Poder de Um Sorriso

maripossa

Um sorriso não custa nada, mas cria muitas coisas.
Dura só um momento, mas sua lembrança perdura pela vida a fora.
Não se pode comprá-lo, mendigá-lo, pedi-lo emprestado ou roubá-lo.
Não tem utilidade enquanto não é dado.
E por isso se no seu caminho encontrares uma pessoa
por demais cansado para lhe dar um sorriso, deixa-lhe o seu,
pois ninguém precisa tanto de um sorriso quanto
aquele que não tem mais um a oferecer.
Seu sorriso será tão precioso para esta pessoa
que no momento que ela receber ela sentirar a magia
da felicidade incendiar o seu viver, e ela de gratidão
lhe retornarar um belo e meigo sorriso.
Por isso minha querida amiga, conserve este brilho
de alegria em seu rosto, pois mesmo que você não
perceba através do seu sorriso, você transmite para
as pessoas que caminham ao seu lado forças, alegrias e coragem! 


(autor desconhecido)

 

26
Nov08

Há Coisas Bonitas na Vida

maripossa

Bonitas são as coisas vindas do interior, as palavras simples, sinceras e significativas.
Bonito é o sorriso que vem de dentro, o brilho dos olhos...Bonito é o dia de sol depois da noite chuvosa ou as noites enluaradas de verão em que todos saem de casa.
Bonito é procurar estrelas no céu e dar de presente ao amigo, amiga, namorado...
Bonito é achar a poesia do vento, das flores e das crianças.
Bonito é chorar quando se sentir vontade e deixar que as lágrimas rolem sem vergonha ou medo de crítica. Bonito é gostar da vida e viver do sonho.
Bonito é ser realista sem ser cruel,é acreditar na beleza de todas as coisas. Bonito é a gente continuar sendo gente em quaisquer situações. Bonito é você ser você. 
(desconheço autor)

07
Nov08

Flor Amarela

maripossa

Um dia observando um terreno baldio, fiquei comovido ao identificar em meio a várias ervas daninhas um linda flor de cor amarela.

Não era difícil percebê-la , sua cor e forma contrastavam enormemente com as ervas de coloração verde que a rodeavam.
Durante alguns minutos essa súbita observação suscitou em mim uma série de reflexões: pensei no quanto estamos em um mundo difícil de se viver e no quanto é importante a gente não se pode deixar sufocar pelos problemas.

Conclui que por mais que o mundo esteja cheio de ervas daninhas, nós não temos que nos tornar uma delas. Não importa qual sejam as dificuldades haverão sempre flores amarelas...
Quando deixamos de percebê-las é porque a pretensão de achar que sabemos tudo nos tapa os olhos.
Nisso, perdemos a um pouco da nossa identidade e passamos a achar o nosso lugar ruim de viver. Invejamos o jardim do vizinho.
Achamos que seríamos mais felizes com uma outra casa, carro, emprego... vã ilusão! Poucos são os jardins onde não existem ervas daninhas.

O que torna uns mais belos que os outros é tão somente a maneira como os observamos e a capacidade que temos, ou não, de identificar as flores em meio às ervas daninhas.

(autor desconhecido)
 

16
Out08

As Pessoas Crescidas não Sabem Voar

maripossa

À noite, a solidão é um bocado difícil, claro que posso ler, organizar a colecção de borboletas, mas não é a mesma coisa, sem asas nada me leva até ti. Eu que não sei voar.

Agora que já és crescida, descobre que antes de partir, talvez ainda não seja tarde para começares a regressar. Talvez recordes a tua respiração enquanto dormes e sempre que voas.

Ainda sou capaz de te olhar como se contemplasses o mar. E por isso as tuas mãos vestem as minhas e fazem-nas voara de sonho em sonho.

Desperta e tudo se iluminará num sorriso teu, no sorriso de quem aprendeu a voar.

 

Ângela Mendes Ferreira

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D